Umuarama

Morreu o pioneiro e professor universitário Clóvis Uliana

Professor universitário 'Clovão' foi vítima de infarto

Faleceu na madrugada desta segunda-feira (21) em Umuarama o pioneiro e professor universitário Clóvis Uliana, aos  67 anos de idade. As últimas homenagens estão sendo prestadas por familiares, amigos e alunos no Memorial Umuprev, e o sepultamento está previsto para as 17h de hoje no Cemitério Municipal.

Professor ‘Clovão’ como era chamado carinhosamente por todos que o conheciam, faleceu em seu apartamento, em Umuarama. Segundo familiares, ele se levantou por volta das 4h, foi ao banheiro e ao retornar para a cama reclamou de dores no peito. Segundos depois estava sem vida. Um médico vizinho foi chamado e tentou reanimá-lo, mas não foi possível reverter as consequências de um infarto. Semanas antes ele havia procurado atendimento médico.

Clóvis Uliana era membro de família tradicional e pioneira do município de Umuarama. Atuava como docente da Universidade Paranaense – Unipar, há 32 anos. Coordenador do Núcleo de Ciências Sociais Aplicadas, sob o comando dos cursos de Administração e Ciências Contábeis, o professor teve uma vida marcada pelo trabalho empenhado e competente, colecionando inúmeras histórias de sucesso ligadas ao ensino superior, o qual tinha verdadeira paixão.

O profissional ‘Clovão’ também atuou pela Viação Umuarama durante mais de 20 anos, e prestava consultoria contábil e administrativa para empresas e órgãos públicos. Desportista, ele ainda presidiu a diretoria do antigo Umuarama Futebol Clube.

Grande perda

Clóvis Uliana: Mais de 30 anos de Unipar.

O Reitor da Unipar, Dr. Carlos Eduardo Garcia, expressou sua tristeza, destacando o quanto a universidade perde com a despedida do professor Clóvis. “Ainda estamos impactados com essa notícia que nos deixou profundamente consternados. O nosso estimado Clóvis era sinônimo de excelência no que diz respeito ao ensino comprometido e engajado… Perde a Unipar, perde a educação em nível superior, perde Umuarama”.

“Querido por todos os alunos e amigo amado dos colegas de docência, Clóvis sempre vestiu a camisa da Unipar com muita honra e orgulho, marca evidente de toda a sua trajetória ligada à Instituição”, diz uma nota oficial emitida pela Unipar.

Clóvis era casado com Juliana S. F Uliana, e deixa também duas filhas, Francine e Laís, além da neta Maria Alice.

  • Editoria Milênio
  • Fotos: Divulgação

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.