Regional

Sino furtado da Igreja Matriz de Rondon é encontrado abandonado

Fiéis rezaram pela recuperação do valioso sino

Aquele sino histórico que foi levado da Igreja Matriz São Pedro – da cidade de Rondon – foi encontrado abandonado na margem de uma estrada naquele município. Acredita-se que as orações da comunidade tocaram o coração do ladrão que, arrependido, desistiu da peça valiosa.

O sino desapareceu do Salão Paroquial da Matriz São Pedro no dia 17 de fevereiro deste ano, e foi localizado em 19 de março, dentro de um saco deixado às margens da Estrada Mãe do Divino Amor (próximo ao Cemitério Municipal). Foi uma pessoa que fazia caminhada que o visualizou e comunicou o fato às autoridades. Um alívio aos fiéis que se empenharam nas buscas.

A peça esculpida em bronze pesa cerca de 300 quilos. Pertence à Capela Nossa Senhora das Graças, localizada na Comunidade Três Placas – zona rural. Segundo informações, o sino é o último existentes nas capelas que continuam preservados há mais de 60 anos.

O sino foi fabricado em 1958.

Elemento histórico, foi fabricado no dia 8 de setembro de 1958. Foi levado para o Salão Paroquial da cidade em 2019, para participar de uma exposição de objetos antigos. Ao final da mostra, a administração da Igreja decidiu mantê-lo nesse local por medida de segurança.

Ocorre que o prédio do Salão Paroquial está em obras de reforma, deixando o espaço mais vulnerável à ação de vândalos e ladrões. Não há sistema de monitoramento por câmeras. E o valoroso sino foi levado. Ficou vazio o suporte metálico onde ele estava exposto, causando indignação aos fiéis paroquianos.

O Pároco, Padre Luiz da Silva Pereira, sempre alimentou esperança de recuperar o sino que além de histórico, tem considerável valor sentimental. “Não é pelo valor material, mas sobre o que ele representa para a Igreja Católica”, justificou o sacerdote.

Ainda não se sabe quem foi o responsável pelo furto do sino, nem quem o abandonou. A impressão deixada é que foi uma devolução. Mil badaladas de alegria.

  • Editoria Milênio

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.