Umuarama

Violência à mulher pode ser denunciada pelo WhatsApp no Ligue 180

Mulheres vítimas de violência têm mais uma opção para pedir socorro

O serviço telefônico que orienta e encaminha denúncias de violência contra as mulheres – o Ligue 180 – conta agora com um canal via WhatsApp, uma das ferramentas gratuitas mais usadas entre as redes sociais. O atendimento é feito por um atendente virtual.

A pessoa que utiliza o serviço recebe várias opções de ajuda, inicialmente, mas a qualquer momento uma atendente humana pode ser acionada na central. Desde março a equipe é composta somente por mulheres.

A secretária municipal de Assistência Social, Adnetra Vieira dos Prazeres Santana, lembra que o atendimento sobre violência contra mulheres antes era feito pela Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, por meio do Disque 100. “Agora, com a separação dos serviços, o novo Ministério das Mulheres poderá coletar dados acerca de violência contra a mulher por meio do WhatsApp, a serem usados na formulação de políticas públicas”, explicou.

O Ligue 180 funciona 24 horas/dia por telefone e WhatsApp, todos os dias da semana, de qualquer lugar do país. “Para adicionar o Ligue 180 no WhatsApp basta enviar uma mensagem para o número (61) 9610-0180 ou por link (www.gov.br). É importante ter o contato sempre à mão para agilizar o acesso, em caso de necessidade. A violência contra a mulher é uma triste realidade no país, que precisa ser combatida de forma efetiva tanto pelas vítimas quanto por pessoas que testemunhem ou tenham conhecimento de casos de agressão”, orientou a secretária Adnetra.

  • Assessoria 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.