Regional

Operação policial prende grupo de ‘justiceiros’ em Cafezal do Sul

Elementos praticavam tortura contra outros suspeitos de roubos

Na manhã desta quarta-feira (30), a 15ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Iporã, em conjunto com a Polícia Militar, deflagrou a operação ‘Liga da Justiça’, na cidade de Cafezal do Sul. Foram presas 5 pessoas e apreendidos  aparelhos de telefone celular contrabandeados e uma arma de fogo.

Segundo o delegado Adjunto da 7ª SDP de Umuarama, Tiago Soares, as investigações iniciaram a partir de vídeos que circularam na Internet, de tortura a dois supostos autores de roubo ocorrido em 21 de outubro deste ano, em Cafezal do Sul. Os vídeos mostram dois indivíduos sendo agredidos, e ainda torturados para que confessassem o crime, com a utilização de arma de fogo para a realização das ameaças. Um dos suspeitos do roubo foi levado por parte dos integrantes do grupo a um local ermo, e colocado em um tanque de água, sendo afogado por diversas vezes, sob mira de duas armas de fogo. Após, o grupo ‘liberou’ os suspeitos do crime, e em nenhum momento comunicaram a polícia do fato.

Operação teve participação de 30 policiais.

Dessa forma, a Polícia Civil identificou os indivíduos que aparecem nas imagens, e solicitou à Justiça a prisão preventiva de 5 pessoas e a busca e apreensão em 7 locais utilizados pelos investigados, sendo prontamente concedidas as ordens.

Prisões

Pistola 9mm e aparelhos celulares apreendidos.

No cumprimento da ordem foram presos preventivamente E.T.F, 50 anos; E. D. F, 25 anos; e M.M.C, 20 anos, estes sem passagem criminal. Foram presos também R. F. O, 38 anos, que possui passagem por associação criminosa e A.V.C.C, 34 anos, com passagem criminal por contrabando e receptação. Na residência de A.V.C.C, foi localizada uma pistola calibre 9 mm, que seria de propriedade da esposa, sendo esta CAC, e 32 aparelhos celulares de provável origem estrangeira. Apesar de não ser caso de flagrante por posse ilegal de arma de fogo (visto que a pistola estaria em condição regular), a arma foi apreendida, pois seria aquela utilizada pelo investigado no crime. Os aparelhos celulares serão encaminhados a Receita Federal.

Operação

A operação contou com participação de 30  policias Civis da 15ª DRP Iporã e da 7ª SDP de Umuarama, e policiais militares do 25º BPM, BPfron e de toda a região.

Vale lembrar que os autores do roubo que desencadeou a tortura já foram presos pela Polícia Civil de Iporã e aguardam julgamento.

A operação foi batizada como ‘Liga da Justiça’ pelo fato de os  indivíduos identificados formarem um grupo armado e estariam fazendo justiça pelas próprias mãos, como uma espécie de ‘justiceiros’.

Todos os presos foram encaminhados a Cadeia Pública de Iporã, onde permanecerão à disposição da Justiça.

  • Assessoria 
  • Fotos: Divulgação

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.