Policial

Homens executados em Douradina moravam na mesma casa e tinham ficha criminal

Ação pode ter sido acerto de contas, acredita delegado

Os dois homens que foram executados a tiros na noite de sábado (17) na cidade de Douradina residiam na mesma casa e já possuíam antecedentes criminais. A informação foi confirmada pelo Delegado-Chefe da 7ª Sub Divisão Policial de Umuarama, Gabriel Menezes. Os suspeitos no envolvimento dos crimes ainda não foram localizados.

Os crimes ocorreram entre 21h30 e 21h40 de sábado, na região central da cidade, mas em locais diferentes. A dinâmica dos ataques é desconhecida. Primeiro a equipe da Polícia Militar atendeu a ocorrência na Rua Jacomini (proximidades do Cemitério Municipal/Reservatório da Sanepar). Em uma casa estava D.C, de 30 anos, baleado e morto. A outra vítima, de 40 anos, foi alvejada por projéteis de arma de fogo, mas conseguiu fugir até outra residência e aguardar socorro.

A segunda vítima fatal é A.C, 31 anos. O corpo foi encontrado na Rua Paraná, próximo da Praça Eduardo Ribeiro. O delegado disse que não é possível saber onde aconteceu o primeiro ataque – se na casa ou na rua. Ou se uma das vítimas fatais teria sido perseguida em via pública e baleada. Nomes oficiais de vítimas não são divulgados pelas polícias Militar, Civil e Federal. Informar aos leitores, é um exercício investigativo para profissional de comunicação.

Ficha criminal

Conforme a Polícia Civil, os dois homens executados tinham ficha criminal. Um deles de 30 anos, é acusado de ter cometido um homicídio (em local e ano não divulgados). Além disso, seria autor de ameaça, tentativa de homicídio e lesão corporal.

O segundo homem morto já teria se envolvido em furto, vias de fato, ameaça, lesão corporal e violação de domicílio.

O homem que sobreviveu ao ataque em princípio não tem registro de antecedentes criminais.

Acerto de contas

Para o delegado Gabriel Menezes, os crimes podem estar relacionados a acerto de contas. Os três moraram em uma mesma casa, e a vítima que sobreviveu tem parentesco com um dos elementos mortos. As investigações seguem no sentido de esclarecer os fatos, a motivação, e identificar, prender os autores e colocá-los à disposição da Justiça. Pelas informações de testemunhas, eles (o atirador ou atiradores) estavam em uma motocicleta e foram vistos invadindo a residência das vítimas.

Câmaras de segurança instaladas na cidade poderão contribuir nas investigações. Imagens estão sendo requisitadas pelas autoridades policiais.

  • Editoria Milênio
  • Foto: Portal Douradina

      

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.