Umuarama

Umuarama celebra centenário do Frei Clemente Vendramim

Frei Clemente nasceu em Curitiba aos 16 de agosto de 1923

A Igreja Católica em Umuarama está em festa! Neste ano 2023, a comunidade está comemorando o cinquentenário da Diocese do Divino Espírito Santo, de Ordenação Episcopal do Bispo Dom José Maria Mainome e do centenário do Frei Capuchinho Clemente Vendramim, o mais velho do brasil em atividade pastoral desde maio do ano 2000. São bênçãos celestiais e muitos frutos bons sendo colhidos nessa seara.

Neste ano de 2023, Frei Clemente além de completar seus 100 anos natalício, completará também
83 anos de vida religiosa e 77 anos de vida sacerdotal. Um marco histórico que merece destaque nacional.

Tríduo e Missa em Ação de Graças

E para bem celebrar esses momentos jubilosos, será realizado tríduo temático na Igreja Matriz São Francisco de Assis nos dias 17, 18 e 19 de agosto, às 19h30, com o tema: Vocação, Graça e Missão.

No dia 20 de agosto às 9h30, Missa em Ação de Graças. Após a missa, será servido um almoço por adesão, no Salão Santa Clara. Os convites serão limitados e vendidos somente na secretaria paroquial.

História de Vida do Frei Clemente

Frei Clemente é filho de Sebastião Vendramim e Clara Muraro e nasceu no Bairro Santa Felicidade –
Curitiba, no dia 16 de agosto de 1923. São seus irmãos: Isabel, José, Martins, Idalina, Terezinha, Deomira e
Margarida. Na ordem cronológica, Frei Clemente é o quarto filho. Foi batizado na data de 19 de agosto de 1923
com o nome de Sezefredo e crismado em 19 de fevereiro de 1928 por Dom João Francisco Braga. Recebeu a
primeira Eucaristia aos 15 de agosto de 1933, em Santa Felicidade.
Entrou no Seminário Nossa Senhora das Mercês, Curitiba, em 15 de janeiro de 1934, tendo como diretor Frei
Tarcísio de Bovolone. Recebeu o hábito capuchinho em Butiatuba, em 11 de fevereiro  de 1939, com o nome de
Frei Clemente de Santa Felicidade. O mestre de noviciado era Frei Barnabé de Guarda Vêneta.
Emitiu a profissão temporária, em 14 de fevereiro de 1940, e a perpétua, em 04 de outubro de 1944. Recebeu os ministérios de leitor e acólito em 1944. Foi ordenado Diácono, em 18 de novembro de 1945, e a Ordenação Sacerdotal, em 03.de março  de 1946, na Igreja das Mercês, sendo o bispo ordenante Dom Ático Eusébio da Rocha. Celebrou a primeira missa solene na data de 10 de março de 1946, na Matriz de Santa Felicidade.
Residências
Frei Clemente trabalhou nos seguintes lugares: de julho de 1946 a junho de 1947, foi designado
professor dos seminaristas de Butiatuba e dos freis estudantes de Teologia nas Mercês de Curitiba.
De outubro de 1947 a janeiro de 1951, residiu em Roma, no Colégio São Lourenço de Brindes,
estudando na Universidade Gregoriana. A seguir, em Curitiba: Mercês, 1951-1955; 1960; 1966;
Capinzal, 1955; Ponta Grossa: Imaculada Conceição, 1955-1960; Irati: Nossa Senhora da Luz, 1967-
1972; Ponta Grossa: Bom Jesus, 1972-1978; Umuarama: 1978-1994;2012 ; Florianópolis, 1994;
2007-2008; Santo Antônio da Platina, 1995-2006; 2009-2011.

Experiências
É Doutor em Teologia Dogmática, pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma (1951).
Frei Clemente desempenhou muitos cargos a serviço da Igreja, da Ordem e da Província. Foi juiz
auditor na Câmara Eclesiástica de Umuarama; professor de Teologia em Curitiba, no teologado dos
freis Capuchinhos e no Instituto de Teologia da arquidiocese de Curitiba por doze anos, em duas
etapas; censor de livros, juiz do Tribunal Eclesiástico, examinador pró-sinodal na arquidiocese de
Curitiba; participou de quatro assembleias gerais da Ordem, em Roma; 2º Assistente do
Comissariado Provincial, 1957-1960; 1º Assistente do Comissariado Provincial, 1963-1966; Ministro
Provincial por dois triênios, 1972-1978; em 1994 permaneceu quatro meses na Província Vêneta,
num projeto de intercâmbio provincial. Também foi pároco e guardião por muitos anos.
Além de tudo isto, Frei Clemente é exímio tradutor do italiano e latim e, desde 2009, tem ajudado a
secretaria provincial, prestando este serviço. E o faz com muita disponibilidade, rapidez e
competência.

Distinção


Frei Clemente distinguiu-se como aluno muito vivo e inteligente. Ajudava seus colegas que tinham
dificuldades nos estudos. Em todos esses cargos que desenvolveu na Província sempre se
demonstrou muito competente, dedicado, desprendido e generoso. É de caráter alegre, aberto,
vibrante, afetuoso, muito extrovertido. É grande apreciador e incentivador da música, especialmente
da música litúrgica e polifônica. No seu tempo de estudante era o organista da casa. Mais tarde dirigiu
corais de adultos e de crianças.
Está com 99 anos de idade, 83 anos de Vida Religiosa e 77 de Vida Sacerdotal.
Desde 18.05.2020 passou a ser o frei mais idoso do Brasil.

  • Editoria Milênio com Assessoria de Comunicação
  • Imagens: Divulgação

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.