Umuarama

Secretaria confirma mortes por Covid-19 ocorridas entre 2020 e 2021

Pessoas com idade avançada que faleceram vítimas de coronavírus

A SESA (Secretaria de Estado da Saúde) atualizou os dados de seu Informe Epidemiológico Covid-19 e mais 10 mortes pela doença foram confirmadas: 2 ocorridas em 2020, 7 em 2021 e 1 em fevereiro deste ano. São 7 mulheres e 3 homens, todos tinham comorbidades e doenças e idade acima de 70 anos. Agora o total de óbitos em decorrência de complicações por Covid na cidade é de 355.

Novos casos

De acordo com o Boletim Covid emitido pela Secretaria Municipal de Saúde nesta sexta-feira (12), 22 novos casos foram confirmados, sendo 15 mulheres, seis homens e uma criança de cinco anos, que não foi vacinada. Desde o início da pandemia de coronavírus, em março de 2020, 38.962 pessoas foram diagnosticadas com a doença e deste total 38.491 se recuperaram.

O número de casos ativos é de 132 e o total de casos suspeitos é de 37, indicando que 169 pessoas estão em isolamento domiciliar. Neste ano, em 224 dias – de 1° de janeiro até 12 de agosto de 2022 – 18.537 pessoas receberam diagnósticos positivos da doença (foram 9.495 mulheres, 6.935 homens e 2.107 crianças). Em agosto, a média de casos diários está em 14.

Segundo o relatório de ocupação de leitos para tratamento da doença nos hospitais credenciados pelo SUS (Sistema Único de Saúde), há 4  pessoas de Umuarama internadas em enfermarias: 1 de 24 anos, que tomou duas doses da vacina, 1 de 49 anos, uma de 62 e outra de 74 anos – todos tomaram 3 doses da vacina. Nenhum paciente está internado em UTI. A Secretaria de Estado da Saúde faz o cruzamento da taxa de positividade com o índice de internamentos e classifica a cidade com “Bandeira Verde”.

  • Assessoria 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.