Paraná

Projeto propõe a criação de Bombeiro Integrado no Paraná

Programa objetiva atender municípios com até 60 mil habitantes

O Governo do Estado encaminhou para a Assembleia Legislativa do Paraná nesta quarta-feira (23) o Projeto de Lei que propõe a criação do Programa Bombeiro Integrado, que permitirá atuação conjunta dos integrantes do Corpo de Bombeiros Militar com os agentes de defesa civil municipais. O objetivo é a ampliação das atividades da corporação na prestação de serviços à população paranaense.

O texto prevê que essa união possa acontecer nas operações de combate a incêndios, prevenção em eventos públicos, buscas e salvamentos terrestres, defesa civil em grandes eventos climáticos e primeiros socorros.

Atualmente, os municípios paranaenses com mais de 60 mil habitantes contam com unidades do Corpo de Bombeiros Militar. Com base no projeto, as cidades menos populosas deverão receber uma extensão do serviço e contariam com uma Brigada Comunitária, um Corpo de Bombeiros Militar Integrado ou uma unidade do Corpo de Bombeiros Militar.

Proposta é atender maior número de municípios.

O Quartel do Corpo de Bombeiros Militar Integrado é uma unidade composta por bombeiros militares e agentes de defesa civil. Já o Posto de Brigada Comunitária será formado por agentes de defesa civil destinados a efetuar a primeira resposta nas ações.

O projeto será formalizado mediante convênios e a coordenação e decisão sobre a estrutura para cada município com menos de 60 mil habitantes ficará a cargo do Comando do Corpo de Bombeiros Militar.

As atividades desenvolvidas por estes agentes são de natureza exclusivamente de apoio e execução, e serão especificadas em convênio. Eles deverão sempre estar sob a coordenação e supervisão de um bombeiro militar.

O projeto de lei prevê também a atuação junto aos consórcios dos municípios, que devem ceder os agentes de defesa civil que atenderão em conjunto com os bombeiros militares.

Para o comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná, coronel Manoel Vasco de Figueiredo Júnior, a parceria entre Estado e municípios vai proporcionar agilidade nos atendimentos. “Com o Bombeiro Integrado, os brigadistas e bombeiros militares, de forma conjunta, passarão a atuar em ocorrências de combate a incêndio, busca, salvamento, atendimento pré-hospitalar, dentre outros”, afirmou.

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.