Esporte

Procon fiscaliza preços de álbuns de figurinhas da Copa 2022

Álbum completo da Copa pode custar mais de R$ 3 mil

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Umuarama foi a campo para fiscalizar vários locais de vendas dos álbuns de figurinhas da Copa do Mundo de Futebol que será realizada este ano no Qatar. A medida é para garantir cobrança de preço justo para essa diversão antecipada do mundial que começa no final de novembro.

Em todas as copas do mundo de futebol, um dos maiores atrativos, desde os anos 1970, são os álbuns de figurinhas, que encantam colecionadores de todas as idades. Apesar de existir em vários modelos – dos mais simples, em brochura, até os com capa dura e cromos especiais – os preços costumam ser tabelados.

A boa notícia, segundo o secretário Deybson Bitencourt Barbosa, é que de 10 pontos de vendas visitados, apenas um estava cobrando acima do preço sugerido pela própria editora [a Panini]. “O modelo simples, de brochura, deve ser vendido a R$ 12 e cada envelope contendo cinco figurinhas (cromos) deve ser vendido a R$ 4. Em apenas um lugar o empresário estava vendendo o álbum a R$ 15 (25% mais caro) e, desta forma, foi notificado por nossa equipe de fiscalização”, explicou.

Ele observa que o álbum da Copa do Mundo 2022 traz informações sobre as 32 seleções que vão participar desta edição no Qatar, os estádios, os jogadores e as cidades-sede. “A coleção contém 670 cromos, sendo 50 especiais e mais 80 raros, por isso os pais devem ficar atentos e preparados, pois ‘a brincadeira’ pode ficar bastante cara”, observa.

  • Assessoria 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.