Veículos

Preço mais baixo da gasolina pode ser encontrado em Umuarama

Valor médio do combustível é de R$ 5,48. Na Capital da Amizade, R$ 5,20

São Paulo - Posto de gasolina em Pinheiros.

Estudo da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), que reúne os Procons de todo Brasil divulgou um estudo a respeito da redução do preço da gasolina no País, após o anúncio da redução do preço dos combustíveis pela Petrobrás. Em Umuarama a diminuição foi de R$ 0,20 (veja matéria completa clicando aqui) enquanto nos demais municípios brasileiros a média foi de R$ 0,13.

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Umuarama) continua monitorando os preços, mesmo depois do mutirão.

A secretária do Procon, Sara Borges Urbano, relata que de acordo com o documento, o valor médio da gasolina comum no Brasil é de R$ 5,48, sendo que o maior valor foi encontrado em Manaus, no Amazonas, por R$ 6,58, e o menor valor ficou com Cuiabá, em Mato Grosso, no valor de R$ 5,08. “O relatório apresentado pela Senacon revelou que existem diferenças significativas nos preços dos combustíveis em diferentes regiões do país. Já em Umuarama não houve grande diferença, sendo o menor valor encontrado a R$ 5,02 e o maior a R$ 5,30”, observa.

Ela comenta que é possível observar que a dinâmica de produção, distribuição e comercialização de combustível é um mercado complexo, que envolve uma cadeia de fornecedores diante do consumidor final. “Ao se tratar de precificação, em um setor que não há tabelamento, é necessário entender a dinâmica de composição de preço, variações regionais, aplicabilidade de impostos e custos diversos, que em análise concreta poderia apontar situações de práticas abusivas aos consumidores e/ou violações ao direito concorrencial”, detalha.

A secretária observa ainda que os fornecedores de combustível ao consumidor final alegam que a redução não condiciona efeito imediato na queda do preço em razão dos valores não serem repassados pelas distribuidoras em sua integralidade. “Os dados recebidos dos postos de combustíveis do município serão analisados em cruzamentos mais detalhados e situações de oscilação de mercado serão acompanhadas, sempre informando ao Sistema Nacional de Defesa do Consumidor”, informou.

  • Assessoria 

 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.