Regional

Polícia Ambiental embarga atividades de pousada com carne de jacaré

Embargo de atividades e multas para a proprietária

Um pousada localizada no município de Querência do Norte teve suas atividades embargadas na tarde desta sexta-feira (27). O estabelecimento mantinha em freezeres carne de jacaré e peixes sem declaração de origem.

Segundo a Polícia Ambiental, a pousada está localizada no Porto 18, naquele município. Durante uma vistoria, a equipe constatou que a proprietária não possuía declaração e nenhum comprovante de origem dos pescados que mantinha naquele ambiente comercial. Exemplares de várias espécimes e tamanhos foram apreendidos, totalizando 87,510 quilos.

Além dos pescados os policiais encontraram 2,900 quilos de carne de jacaré, cortados em postas. O animal pertence à fauna silvestre e a sua caça é proibida por lei.

Diante das ilegalidades, a polícia lavrou boletim de ocorrência e termo circunstanciado para averiguação das demais autoridades. Foram aplicados dois autos de infração totalizando R$ 8.900,40. A pousada teve suas atividades embargadas, até ordem superior. Os produtos foram doados, mas a polícia não detalhou para qual entidade.

 

Peixes e jacaré sem declaração de origem.
  • Editoria Milênio
  • Fotos: Polícia Ambiental

 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.