Umuarama

Pesca no Lago Aratimbó será liberada nos finais de semana

Pescadores devem conhecer e respeitar o regulamento

A partir do próximo sábado, 4 de fevereiro, está liberada a pesca amadora no Lago Aratimbó, de Umuarama. De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a população pode pescar tanto espécies exóticas – como as tilápias – quanto as nativas, como curimbas, piaus e lambaris, sempre aos sábados e domingos, das 8h às 18h.

O secretário Rubens Sampaio conta que a pesca será liberada para fins de recreação, com o objetivo de proporcionar momentos de descontração para as famílias que vivem em Umuarama e na região. “A intenção do prefeito Hermes Pimentel sempre foi essa: oferecer momentos de confraternização, de convivência harmoniosa entre as famílias, os amigos e os visitantes do Lago Aratimbó – assim como o Lago Tucuruvi”, comenta.

Antes de liberar a modalidade à população, profissionais da Secretaria de Meio Ambiente analisaram se haveria impactos negativos a outros animais de habitam ali, como patos, gansos, garças, tartarugas e capivaras. “A pesca, quando feita de forma correta, não vai prejudicar os animais que ali vivem. O estatuto indica que é permitido pescar com varas de bambu, telescópicas e molinetes”, indica.

Pesca será permitida com algumas restrições.

Da mesma forma, Sampaio alerta a todos os pescadores que é terminantemente proibido pescar de segunda a sexta-feira, assim como não é permitido o uso de tarrafas, redes, covos, fly, pesca subaquática, besta, espinhel, boias de arremesso ou equipamentos semelhantes. Também não é permitido, de forma alguma, a utilização de embarcações e a prática de natação”, adverte.

O secretário ressalta que também é proibido utilizar ceva, devolver o peixe capturado, usar iscas artificiais (só vale massinha e minhoca), limpar os peixes no lago e utilizar equipamentos de som de grande impacto. “Também pedimos que após a pescaria, os cidadãos não esqueçam de recolher os resíduos gerados, sacolas, lixo e todos os acessórios de pesca. Se cada um fizer sua parte, o lago vai continuar sendo esse local tão bonito e encantador”, pontuou.

Não há uma data pré-determinada para o encerramento da permissão de pesca aos finais de semana. Conforme Sampaio, esse período deve durar por volta de dois a três meses. “Estaremos monitorando o local, realizando estudos sobre a qualidade da água e se está havendo algum impacto negativo sobre as espécies animais que vivem nesse habitat. Vamos comunicar todas as informações nos canais de comunicação da Prefeitura, como site e redes sociais.

  • Assessoria

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.