Paraná

Paraná envia mais bombeiros para apoiar buscas no Rio Grande do Sul

Ciclone extratropical provocou mortes e destruição em cidades gaúchas

Mais três bombeiros (2 de Curitiba e 1 de Cianorte) e 3 cães especializados do Corpo de Bombeiros do Paraná embarcaram neste sábado (9) para o Rio Grande do Sul. Eles vão apoiar as outras forças de segurança do Estado que estão nas cidades gaúchas atingidas pelos efeitos do ciclone extratropical. São 11 bombeiros e policiais militares na operação de apoio.

Os bombeiros da Capital são do Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost), equipe especializada da corporação, que atuou recentemente na explosão de uma cooperativa em Palotina.

Além das buscas por 46 desaparecidos, as equipes também vão colaborar no transporte de donativos nas regiões de difícil acesso. Mais de 80 cidades foram atingidas. Tudo é coordenado pelas forças de segurança do Rio Grande do Sul.

Tragédia

Com 41 mortes confirmadas pela Defesa Civil gaúcha (até a manhã deste sábado), esta já é a maior tragédia natural registrada no Rio Grande do Sul. Além do número recorde de vítimas fatais, o ciclone que devastou o estado afetou 83 cidades, deixando 3.046 pessoas desabrigadas e 7.781 desalojadas.

  • Assessoria
  • Foto: CBPR

 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.