Educação

Óculos de inteligência artificial para alunos cegos da rede estadual

Cada conjunto custou cerca de R$ 15 mil

Curitiba, 18 de julho de 2023 - O Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Inovação, Modernização e Transformação Digital, adquiriu equipamentos para deficientes visuais.

Para promover a melhor inclusão de crianças e adolescentes com deficiência visual, o Governo do Paraná, através da Secretaria da Inovação, Modernização e Transformação Digital (SEI), está investindo na aquisição de 147 dispositivos de inteligência artificial OrCam MyEye 2.0. Os equipamentos de tecnologia visual assistiva permitem o acesso fácil e instantâneo a informações em tempo real, com transmissão por áudio.

Serão beneficiados todos os estudantes com cegueira total da rede estadual de ensino. O investimento é de R$ 2,19 milhões.

O dispositivo é discreto, mede 7,6 cm de comprimento, e fica acoplado na haste de um óculos comum. O aparelho possui uma câmera inteligente que é capaz de ler instantaneamente textos de qualquer superfície, reconhecer produtos, cores e cédulas de dinheiro em real ou dólar, rótulos, identificação de rostos e até mesmo a cor de uma roupa. Sua velocidade pode ser controlada, possibilitando a leitura de 100 a 250 palavras por minuto, permitindo escolher entre voz masculina e feminina, com comandos para pausar, adiantar ou retroceder a leitura.

O contrato de compra dos 147 aparelhos foi assinado nesta semana pelo secretário da Inovação, Marcelo Rangel. “Essa é uma das tecnologias mais modernas do mundo, que vai facilitar a inclusão de crianças e jovens. Através dos dispositivos, os alunos terão acesso a informações e oportunidades de aprendizado semelhantes às dos demais colegas. Essa inovação promove inclusão e mais acesso à educação, cultura, esporte, lazer, assistência social, aprendizagem e qualificação profissional”, afirma.

A primeira remessa será entregue em Curitiba, Região Metropolitana e Litoral, em agosto, e as demais regiões serão contempladas na sequência, conforme a chegada dos dispositivos.

O valor unitário de cada Orcam My Eye é de R$ 14,9 mil, investimento que será bancado pelo Fundo para Infância e Adolescência (FIA). O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente (CEDCA/PR), colegiado vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Social e Família (Sedef), aprovou o projeto da SEI e, por meio de deliberação, transferiu o recurso no valor de R$ 2,19 milhões para a aquisição dos dispositivos.

Essa tecnologia do Orcam My Eye já está sendo utilizada na Biblioteca Pública do Estado e outras unidades municipais. Agora, com a parceria da Secretaria da Inovação, o projeto pode ser ampliado para estudantes da rede estadual de ensino. “Temos já alguns exemplares cedidos a três bibliotecas públicas, em Curitiba, Londrina e Cascavel. Por meio dessa importante união, conseguiremos atender crianças que hoje frequentam escolas e que utilizarão esse mecanismo no seu dia a dia”, destaca o secretário do Desenvolvimento Social e Família, Rogério Carboni.

Acessibilidade

O objetivo é garantir atendimento integral aos alunos da rede estadual que possuem cegueira total. O projeto-piloto com essa tecnologia será acompanhado pelo Observatório de Transformação Digital da SEI. Nesse primeiro momento, os óculos serão utilizados apenas no ambiente escolar, a fim de facilitar a adaptação. Com feedback dos professores e usuários, o objetivo será aprimorar constantemente a política pública. Caso a equipe técnica avalie a possibilidade de utilizar essa tecnologia fora do ambiente escolar, os óculos poderão ser utilizados em casa pelos alunos em um sistema de comodato não oneroso.

  • Assessoria 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.