Policial

Médico desaparecido em Umuarama foi assassinado no Bosque Uirapuru

Testemunha e médico foram assassinados no bosque

O médico Renan Tortajada, 35 anos – que prestava serviços em Toledo e Guaíra e estava desaparecido em Umuarama – foi assassinado no interior do Bosque Uirapuru. Dois elementos foram presos circulando com o carro dele, e um indicou a localização do corpo, que foi reconhecido por amigos e familiares no local.

Após localização na manhã deste domingo (19), do carro do médico desaparecido desde a tarde de sexta-feira (17) – por amigos e familiares – a Polícia Militar efetuou a prisão de dois elementos suspeitos que estavam com o veículo circulando pela cidade. Um deles teria confessado autoria e indicou onde estava um corpo, na rua que dividade o Bosque Uirapuru e o Estadio Municipal.

O carro foi avistado na Praça Anchieta, por amigos e familiares que vieram de Maringá auxiliar nas buscas. Eles avisaram a PM e a bordagem aconteceu na esquina da Rua Maristela com a Avenida Duque de Caxias. Dois homens foram presos. O Honda Civic chumbo de placas RH03C01 apresentava algumas avarias. Câmeras de monitoramento da Umutrans haviam registrado a presença do veículo na cidade desde o dia anterior.

Renan Tortajada tinha 35 anos.

Segundo o Tenente Ramalho, do 25º BPM, o homem que teria confessado a morte do médico a pauladas no interior do Bosque na madrugada de sábado também seria autor de homicídio contra outra pessoa (travesti), que teria testemunhado o primeiro homicídio. Esse corpo foi desovado seminu em uma estrada rural de Maria Helena e recolhido ao IML.

Desentendimento  

Na versão do homem preso, identificado por Guilherme da Costa Alves, de 25 anos,  ele teria conhecido a vítima (o médico) por aplicativo de aparelho celular. Os dois já se conheciam e então marcaram encontro no bosque, onde houvera desentendimento entre os dois. A vítima foi morta a socos, pedradas, pauladas. O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Umuarama para exames de praxe. Esse detido já tem registro na polícia por roubo e estava com mandado de prisão em aberto.

Já o segundo elemento preso é morador de Goioerê, sem antecedentes criminais e envolvimento direto com os crimes. Ele teria sido buscado pelo autor posteriormente ao crime. Mas isto será investigado pelas autoridades policiais.     

Carro do médico estava em posse do homicida.

O médico

Pediatra Renan Tortajada, 35 anos, trabalhava em Toledo e Guaíra. Ele saiu na tarde de sexta-feira (17) de Toledo com destino a Maringá, onde residem familiares – passando por Umuarama. Ele desapareceu e familiares registraram boletim de ocorrência na 7ª SDP. Seu aparelho de celular foi encontrado no mesmo dia próximo ao Lago Aratimbó. Esse fato reforçou a hipótese da possibilidade de crime contra o profissional médico e mobilizou amigos e familiares que vieram a Umuarama auxiliar nas buscas. Foram eles que efetivamente avistaram o carro da vítima e acionaram a Polícia Militar.

Corpo em Maria Helena

  • Editoria Milênio
  • Foto: Divulgação

 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.