Policial

Mais um policial civil do Paraná é encontrado morto

Baixas no quadro de agentes da Polícia Civil do Paraná

Mais um policial civil do Paraná foi encontrado morto neste mês de abril. O primeiro foi em Cascavel e o segundo, em Maringá. Os dois, com mais de 20 anos na profissão.

No primeiro caso, Ricardo Fernandes Rodrigues, 44, foi localizado morto dentro de um Fiat Siena no dia 13 de abril, no pátio de uma Igreja no Bairro Country Club, em Cascavel. A suspeita é que ele tenha cometido ato extremo. Estava no banco do motorista, com ferimento na cabeça e uma pistola que usava, ao lado do corpo. Atuava como investigador da 49ª Delegacia Regional de Polícia de Corbélia e residia na Capital do Oeste. Também havia desempenhado atividades em Capitão Leônidas Marques e em Santa Tereza do Oeste. Havia ingressado na PCPR em 2009.

Neste sábado (22), outro policial civil identificado por Ricardo Seki de Morais, 44, foi encontrado morto em sua casa. A princípio, a causa da morte teria sido natural. Na instituição desde o ano 2010, ele trabalhava na 9ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá. Inicialmente na Seção de Furtos e Roubos e por último, na função de plantonista.

A Polícia Civil do Paraná e o Sinclapol – sindicato da classe policial, emitiram notas de pesar pela morte dos agentes, mas não deram mais detalhes sobre os fatos.

  • Editoria Milênio
  • Fotos: Reprodução

 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.