Umuarama

Hospital e empresa funerária emitem notas sobre ocorrência do ‘morto vivo’

Homem liberado para atos fúnebres estava co sinais vitais

A direção do Hospital Nossa Senhora Aparecida e a empresa de assistência familiar e funeral Umuprev emitiram notas sobre a ocorrência de um homem de 57 anos que foi encaminhado com declação de morte pela casa hospitalar para procedimentos de tanatoplaxia. Foi constatado que o paciente estava com vida, e uma equipe do Samu Noroeste foi acionada para prestar atendimento no local.
O fato aconteceu na noite de segunda-feira (17), por volta das 21h35. O Hospital Nossa Senhora Aparecida liberou o corpo do homem (morador de Alto Piquiri), que teria falecido em decorrência de problemas respiratórios. Um veículo funerário da Acesf recolheu o corpo às 23h35 e o levou para tanatoplaxia, na Umuprev. O agente técnico percebeu que havia sinais vitais e acionou médico socorrista do Samu, que confirmou.
Delegado-chefe da 7ª Subdidivisão Policial de Umuarama, Gabriel dos Santos Menezes, informou que a Polícia Civil vai apurar a ocorrência.
O que aconteceu, segundo a Umuprev
“A Umuprev Plano de Assistência Familiar, por meio desta nota, vem esclarecer o ocorrido na noite da última segunda-feira (17), na cidade de Umuarama-PR. Na referida data, recebemos um corpo entregue pela Acesf/Umuarama, que supostamente havia entrado em óbito em uma unidade hospitalar de Umuarama. Em conformidade com o nosso rigoroso protocolo de atendimento, procedemos, inicialmente, com os testes destinados a certificar o óbito para que, somente após, fosse iniciado a preparação do corpo.
No entanto, durante esses procedimentos, identificamos sinais vitais. Diante dessa inesperada constatação, agimos prontamente e, em consonância com as diretrizes estabelecidas, acionando imediatamente o Serviço de Urgência SAMU.
Um médico foi enviado e, após avaliação, atestou a presença de sinais vitais no paciente. Sendo assim, o paciente foi devidamente removido para uma unidade hospitalar para receber o atendimento adequado.
Ressaltamos que, em momento algum, realizamos qualquer procedimento invasivo no paciente durante esse processo de constatação dos sinais vitais.
Nossa prioridade é sempre a vida e zelar pelo bem-estar dos nossos associados. Como instituição, investimos incansavelmente em treinamentos e protocolos, garantindo sempre o máximo de qualidade em nossos serviços.
Colocamo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais e reafirmamos nosso compromisso inabalável com a saúde e a segurança dos nossos associados”.
Nota do Hospital

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.