Policial

Gaeco prende policiais militares por porte ilegal de armas e munições

Armas irregulares, maconha, cocaína, cheques e dinheiro

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná, com o apoio da Corregedoria da Polícia Militar, cumpriu dia 30 de agosto, quatro mandados de busca e apreensão em investigação que apura possíveis práticas de abuso de autoridade, fraude processual, peculato e porte ilegal de armas e drogas cometidas por dois policiais militares.

Os mandados foram cumpridos em residências dos investigados no litoral, em um apartamento de familiares dos agentes públicos em Curitiba e em locações pessoais dos policiais na Companhia da Polícia Militar de Guaratuba. Durante o cumprimento das ordens judiciais – expedidas pelo Juízo da Vara da Auditoria Militar de Curitiba – dois policiais militares foram presos em flagrante por posse ilegal de armas e munições. Foram apreendidas armas e munições localizadas em “fundos falsos” nas residências, R$ 70 mil em dinheiro, além de um cheque de R$ 205 mil na casa de um dos policiais.

Armas e drogas 

Durante a ação, também foram localizadas armas irregulares e drogas, além de balanças, em uma sala utilizada pelos policiais na sede da Companhia da PM de Guaratuba. No local, também foi encontrada uma chave de veículo ( mantido há tempos no pátio da Companhia), no qual foram localizadas armas e munições irregulares, bem como quantidade expressiva (quase um 1 kg de maconha e cerca de 870 gramas de cocaína). A Corregedoria da Polícia Militar instaurou Inquérito Policial Militar para apurar os fatos relacionados à Companhia da Polícia Militar de Guaratuba.

  • Fonte: MPPR
  • Imagem Ilustrativa

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.