Regional

Funcionários da C.Vale prestaram homenagem aos colegas mortos na explosão

Explosão no complexo de silos matou 7 haitianos e 1 brasileiro

Funcionários da Cooperativa Agroindustrial C.Vale em cinco estados brasileiros e no Paraguai fizeram, na quarta-feira, 2 de agosto, um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da explosão do dia 26 de julho. Na ocorrência, 9 trabalhadores morreram e outros 11 ficaram feridos.

Eles paralisaram, por 1 minuto, suas atividades exatamente às 17h01, horário em que ocorreu a explosão em armazéns de grãos. Na sede da cooperativa, em Palotina, flores foram depositadas em homenagem aos 8 trabalhadores haitianos e a 1 brasileiro que faleceram em decorrência do acidente.
Entre as autoridades estavam o presidente da cooperativa, Alfredo Lang, e o comandante do 4º Grupamento de Bombeiros de Cascavel, tenente-coronel Rogério Lima de Araújo. Phedner Fene, funcionário do abatedouro de frangos da C.Vale, representou os funcionários haitianos da cooperativa. À noite, uma missa de 7º Dia foi celebrada na Igreja Matriz de Palotina.

Liberada do hospital

Na mesma noite, mais um dos feridos recebeu alta do hospital. Viviane Fernandes Nunes, de 40 anos, funcionária da C.Vale, deixou o Hospital Policlínica, de Cascavel. Com isso, diminuiu para 5 o número de pessoas internadas. São 4 brasileiros e 1 haitiano sendo atendidos em Londrina, Cascavel e Curitiba.

  • Fonte: C.Vale

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.