Policial

Em Maringá, policial militar feminina morre baleada na cabeça

Polícia suspeita de feminicídio contra a soldado da PM

Uma soldado da Policial Militar do Paraná identificada por Daniela Carolina Marinelo, de 36 anos, foi encontrada baleada na cabeça na casa onde residia, na manhã desta sexta-feira (1), em Maringá. Ela foi socorrida e faleceu no hospital. O companheiro dela é considerado principal suspeito.
O crime (ou ato extremo) aconteceu na Rua Manágua, na Vila Morangueira. Segundo a Polícia Civil, a suspeita é de que o homem, de 37 anos, tenha atirado contra a soldado usando a arma dela ou induzido a vítima a tirar a própria vida.
Testemunhas foram ouvidas, entre elas as duas filhas do suspeito que estavam na casa. Foi revelado que o casal  estava a cerca de 4 meses morando junto na residência da policial. Os dois se casaram no começo do mês de agosto.
Ainda conforme a polícia, o casal discutia com frequência. Há relatos de que nessa madrugada, mas uma vez gritos  foram ouvidos pela vizinhança e, em seguida, estampido semelhante ao produzido por arma de fogo.
Daniela Carolina foi encontrada ferida na cama do casal, com vestígio de perfuração de projétil do lado esquerdo do crânio. Ela era destra, conforme a polícia. A cena, no local do disparo, sugeria uma tentativa de ato extremo, o que será apurado pela perícia técnica.
Prisão do suspeito
Vítima e suspeito de participação no suposto crime
No começo da tarde, o titular da Delegacia Homicídio e Proteção a Pessoa de Maringá , Diego Elias de Freitas, confirmou a prisão em flagrante do companheiro policial (K.A.R.V.M) suspeito de ter participação no suposto crime de homicídio. A decisão foi tomada após ele prestar depoimento.
Foram feitas coletas para exames de resíduos de pólvora nas mãos da vítima e do suspeito, para saber quem efetuou o disparo.
Ele já conta com antecedentes por vários crimes, inclusive violência doméstica e cárcere privado. Essa é segunda companheira do suspeito preso, que morre de forma suspeita. A primeira faleceu em um acidente doméstico, no qual teria  quebrado pescoço.
[Com informações e imagens do Site Maringá Alerta]

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.