Policial

Em Cruzeiro do Oeste, homem é preso por perseguição e violência contra mulher

Policiais civis de Cruzeiro do Oeste prenderam em flagrante na sexta-feira (22) um homem de 30 anos de idade. Ele é acusado de prática dos delitos de perseguição (Stalking), sequestro e cárcere privado, lesão corporal, estupro e violência psicológica contra uma mulher de 25 anos.

A vítima, residente em outro estado, encontrava-se sob sequenciais atos de violência perpetrados pelo agressor desde o seu retorno ao município, há aproximadamente dois meses.
As circunstâncias delituosas tiveram início após um encontro pessoal entre a vítima e o homem, que mantinham relacionamento virtual de amizade há vários anos, segundo relato da própria vítima. Ocorre que, após um único encontro entre os dois, a vítima optou por cessar qualquer vínculo ao tomar conhecimento de que o homem era maritalmente comprometido.

Perseguição
Com a negativa da mulher, o indivíduo passou a persegui-la diariamente, disseminando ameaças de caráter grave através de múltiplas plataformas digitais, incluindo redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas. De modo presencial, o homem intensificou as coações, proferindo ameaças de morte e reiterando a afirmação de que, se ela não fosse dele, não seria de ninguém.
A situação teria se agravado nos últimas dias, quando o agressor destruiu o aparelho celular pertencente à vítima, constrangendo-a a acompanhá-lo até um imóvel desabitado onde praticou atos libidinosos contra ela. A vítima teria sido imobilizada através do emprego de abraçadeiras plásticas do tipo ‘enforca-gato’, e mantida em cárcere privado por um período de aproximadamente 48 horas.
Após finalmente conseguir fugir do local, a vítima teria sido novamente perseguida pelo agressor que, ao encontrá-la, cortou seus cabelos à força com uma tesoura. O homem também teria subtraído todos os documentos pessoais da vítima, com a deliberada intenção de dificultar seu retorno ao Estado de origem, por meio de ônibus.
No momento da perpetração dos fatos, o agressor encontrava-se sob a influência de substância entorpecente, especificamente cocaína.
Em depoimento, após sua prisão em flagrante delito, o agressor negou a maior parte das acusações que lhe foram imputadas. Todavia, admitiu que, na data de ontem e sob efeito de cocaína, realmente efetuou o corte forçado dos cabelos da vítima utilizando-se de uma tesoura.

Ficha criminal
O agressor, que já possuía uma extensa ficha criminal pela prática de inúmeros crimes, tais como roubo, furto qualificado, tráfico de drogas, receptação e corrupção de menores, encontrava-se em liberdade há pouco mais de um mês, em virtude de progressão de pena para o regime aberto, quando foi solto da Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (PECO).
Após sua prisão em flagrante e interrogatório, o agressor foi encaminhado à Cadeia Pública de Umuarama, onde ficará à disposição da Justiça. A 17ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Cruzeiro do oeste tem como delegada titular Karoline Bischoff, que assumiu o cargo no início deste ano.

  • Editoria Milênio

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.