Policial

Delegado confirma que motorista que atropelou caminheiro é um jovem de 20 anos

O inquérito policial sobre a ocorrência será concluído nos próximos dias

O condutor de uma GM Equinox que no dia 1º de dezembro deste ano atropelou um pedestre por volta das 12h18 na Rodovia PR-323, em Umuarama, é um jovem de 20 anos. A informação foi confirmada pela Polícia Civil, que instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da ocorrência e possíveis  responsabilidades.

O homem vítima de atropelamento foi o motorista Alessandro Dalla Pedra, de 47 anos, que faleceu uma semana depois no Hospital Uopeccan. Ele era morador da cidade de São Jorge do Patrocínio. Câmera de segurança registrou o momento em que o veículo desgovernado se aproximou do trevo de acesso ao Parque Exposições (sentido ao centro) e atingiu o homem que caminhava pelo canteiro central da via.

Segundo investigação presidida pelo delegado-chefe da 7ª Subdivisão Policial (SDP) de Umuarama, Gabriel Menezes, o veículo causador do acidente foi um modelo SUV Equinox, com características de ter sido preparado para a prática de contrabando, pois estava apenas com o banco do motorista e com um rádio comunicador instalado. Além disso, o emplacamento estava adulterado, com uma placa de outro veículo com as mesmas características.

Já no primeiro atendimento, as equipes policiais apuraram que o condutor desse veículo se evadiu após os fatos, em um automóvel GM Astra. Posteriormente, a proprietária do veículo Astra foi identificada como A.A.D.S, 54 anos, a qual confirmou que prestou apoio na evasão do condutor do veículo Equinox, que seria um sobrinho seu, identificado como P.H.D.R.S, 20 anos. O veículo Astra também foi apreendido.

Confissão

Tia e sobrinho foram ouvidos em interrogatório na 7ª SDP. O autor confessou o seu envolvimento com os fatos. Disse que conduzia o veículo Equinox a uma velocidade aproximada de 120 km/h, quando perdeu o controle do veículo, saiu da pista e atropelou a vítima no canteiro central da via, e foi parar em uma vala na lateral da pista contrária.

Em depoimento à polícia, ele contou que saiu do local dos fatos porque ficou com medo de ser agredido por populares. Que encontrou sua tia passando no local por acaso e pediu ajuda para sair dali, mas não explicou para ela o que estava acontecendo. Quanto ao veículo (apreendido) preparado para o contrabando, o autor não quis repassar maiores informações à polícia sobre esses fatos, por medo de retaliações.

A vítima, Alessandro Dala Pedra, 47 anos.

A tia do autor, A.A.D.S confirmou os fatos relatados por ele. Ela disse que vinha conduzindo o seu carro pela rodovia e presenciou o acidente. Chegando próximo, parou o veículo para ver o que tinha acontecido. Então seu sobrinho apareceu, entrou no carro e pediu para ser retirado do local, o que foi aceito por ela, mas sem saber direito o que acabara de acontecer.

As investigações ainda seguem em andamento, aguardando a conclusão de laudos periciais para definir a exata dinâmica do acidente, velocidade do veículo no momento do impacto entre outras informações indispensáveis a responsabilização criminal dos envolvidos.

  • Editoria Milênio/Assessoria 

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.