Umuarama

Após demanda de 10 anos, via marginal é liberada para o tráfego

Negociação entre as partes envolveu troca de outros imóveis

Um imbróglio de quase 10 anos foi finalizado, e a solução colocada em prática na manhã desta terça-feira, quando o prefeito Hermes Pimentel autorizou a desobstrução do trecho final da marginal da Avenida Ivo Sooma, na altura do Centro Diocesano de Formação (CDF), no Parque Tarumã. Com a remoção dos blocos de concreto, por máquinas da Prefeitura, a passagem de veículos foi liberada.

Na sexta-feira (23) o prefeito recebeu a visita do bispo diocesano Dom João Mamede para a assinatura da escritura do terreno, o que permitirá ao município pavimentar o último trecho da marginal, ligando as ruas Paulino Fontana e Nova Canaã, no Tarumã.

Prefeito Hermes Pimentel esteve no local acompanhando a remoção dos blocos.

Agora, moradores do Conjunto Sonho Meu e de bairros próximos, bem como trabalhadores de empresas comerciais e industriais da região, terão uma opção a mais para o tráfego até a Avenida Dr. Ângelo Moreira da Fonseca, e de lá para a PR-323 ou a região central da cidade.

Pendência e acordo

O acordo, que teve a aprovação unânime dos vereadores na Câmara Municipal, põe fim a uma pendência judicial que se arrasta desde 2013, entre o município e a Mitra Diocesana. O procurador-geral da Prefeitura, Renan William de Deus Lima, explica que naquele ano o município iniciou um processo judicial para desapropriação de uma área do Centro Diocesano para implantar uma via pública com cerca de 180 metros de extensão por 8 de largura.

Pouco depois a Mitra moveu uma ação para a reintegração de posse da área e a disputa seguiu na justiça, desde então. “A partir de 2019 o município passou a negociar um acordo com a Mitra, que agora conseguimos finalizar. Em resumo o município está recebendo alguns imóveis da igreja e regularizando outras posses que haviam sido doadas à Mitra no passado, mas que ainda careciam de regularização”, explicou.

Pelo acordo, o município recebe da Mitra a área no Centro Diocesano, outra no prolongamento da Avenida Rio Grande do Sul e um trecho na Avenida Olinda, enquanto regulariza para a Diocese algumas propriedades – como o campo na frente da Paróquia do Jardim Cruzeiro, outra área no Jardim Universitário, onde está hoje a casa do bispo Emérito, e a doação de uma quadra na entrada do Parque D. Pedro II, onde já existe uma igreja católica.

“É um acordo extenso, com muitos encargos e obrigações para as duas partes, porém o importante é que o prefeito assinou a escritura definitiva e poderá finalizar a marginal da Ivo Sooma”, completou o procurador-geral.

Trecho de 180 metros ficou impedido quase 10 anos.

Já o prefeito destacou o bom senso que prevaleceu nas negociações. “Fechamos um acordo sem envolver pagamento de indenizações ou aquisições. O município tem muito a ganhar com isso, a Igreja teve suas pendências regularizadas e a região do Sonho Meu ganhará um novo acesso ao centro, dividindo o fluxo com a avenida. A passagem já está liberada e assim que o tempo melhorar, providenciaremos a pavimentação e sinalização do trecho”, completou Pimentel.

  • Assessoria

Leave a Response

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio

Jornal Milênio

Portal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.