Umuarama

Sanepar recupera Rio Piava, que abastece população de Umuarama

Parceria entre Sanepar e IDR traz resultados positivos na melhoria, qualidade e quantidade da água

A Sanepar e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR) fizeram juntos um trabalho de recuperação do Rio Piava, que abastece a cidade de Umuarama. O manancial estava tão assoreado que, dos 50 quilômetros de seu curso natural de água, restavam apenas 28 quilômetros, conforme levantamento topográfico feito em 2021.

Nesta sexta-feira (24), técnicos da Sanepar e do IDR promoveram o Dia de Campo – Manejo de Solo e Água, em que apresentaram os resultados da preservação do rio. O evento aconteceu na Estância Serrinha, localizada na área de preservação permanente.

Dia de Campo, na Estância Serrinha.

As ações de recuperação e conservação foram desenvolvidas durante 13 meses, em 45 propriedades rurais que compõem a Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Piava. Desde as conclusões do trabalho, a Sanepar não precisa mais utilizar uma draga que havia instalado no rio para retirar a areia e poder fazer a captação e, depois, o tratamento da água. O equipamento estava em operação desde 2016. A Sanepar chegou a retirar num único dia 15 caminhões de areia, num total de 140 metros cúbicos. No total, a Sanepar retirou 50 mil m³.

 

Áreas preservadas somaram 1.337 hectares.

Recuperação

Foram readequados 52 km de carreadores, feitos o cercamento em 4 km de área da APA e a estabilização de 1 km de encosta nas áreas de maior inclinação do terreno. Também foi feita proteção em 15 km de áreas de nascentes. O controle de erosão atingiu 188 hectares de terra. As áreas conservadas contemplam 1.337 hectares, que consumiram 600 horas de trabalho.

“Esse trabalho mostra o compromisso da Companhia com os municípios e a preservação ambiental. Servirá de referência para as ações de conservação em outros mananciais”, afirma o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile.

Para o prefeito de Umuarama, Hermes Pimentel da Silva, o trabalho de parceria entre Governo do Estado, Sanepar e IDR favorece o manancial da cidade e garante água para o futuro.

Práticas de terraceamento na área de preservação.

Nova captação

O gerente geral da Sanepar na Região Noroeste, Sergio Portela, afirma que o Rio Piava é a única e mais viável fonte de captação para o abastecimento público de Umuarama. Ele anunciou que, dentro de 90 dias, está previsto o início das obras da nova captação no Piava, que irão aumentar a produção em 50%, além da ampliação da estação e tratamento de água que passará de 290 litros para 435 litros por segundo. Os investimentos serão de R$ 42 milhões. “Essas obras irão assegurar o atendimento pelos próximos 20 anos e, portanto, é fundamental esse trabalho de recuperação e conservação para que tenhamos água em qualidade e quantidade”.

  • Assessoria de Comunicação

 

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.