Umuarama

Dia de Campo vai abordar manejo de solo e água na bacia do Rio Piava

Dos 50 km de curso d'água que existiam em 2010, restam 28 km

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR) vão promover, no dia 24 de junho (sexta-feira) o Dia de Campo – Manejo de Solo e Água na Bacia do Rio Piava. O evento irá apresentar o resultado do trabalho de proteção e recuperação de nascentes em áreas de preservação de Umuarama.

O evento será realizado na Estância Serrinha, localizada na Rodovia PR-580 – (2,5 km do trevo de acesso do Bairro Parque Jaboticabeiras – Lote Rural 32-K-1 – Umuarama). Horário: Das 13h às 15h15.

Serão apresentados pelos técnicos os investimentos realizados, a área de conservação, o panorama de preservação, dados da qualidade da água e o histórico de monitoramento. Na sequência, serão feitas práticas conservacionistas com as dinâmicas de infiltrômetro e de perfil de solo.

O Rio Piava é o manancial que abastece de água potável a população da cidade de Umuarama.

Ações de conservação da APP

A Sanepar desenvolve trabalho de proteção e recuperação das nascentes da Área de Preservação Permanente (APP) do Rio Piava, em Umuarama. Responsável pelo abastecimento de mais de 48 mil imóveis na cidade, o rio vem sofrendo impacto da degradação ambiental nos últimos anos. Levantamento topográfico mostra que, dos 50 quilômetros de cursos de água que existiam em 2010, no perímetro da APP, atualmente há apenas 28 quilômetros de rio. Ou seja, 22 quilômetros foram extintos.

Obras de terraceamento na área da APP.

Numa área em torno de 800 hectares, é feito o terraceamento, técnica de construção de aterros em nível para que ocorra a infiltração da água lentamente, diminuindo o processo de erosão e o aporte de areia e sedimentos para o rio. Dessa forma, aumentam a quantidade e a qualidade da água na captação para abastecimento. Também estão em em andamento adequações de carreadores de águas pluviais em 269 hectares, proteção de nascentes e isolamento da área da APP com cercas em 4 mil metros lineares.

“Com este projeto vamos manter e conservar este manancial tão importante para o abastecimento de Umuarama. Esta ação faz parte do trabalho da Sanepar para a recuperação dos mananciais e também é um piloto para outras ações de recuperação de mananciais no interior do Paraná e a conservação da Serra do Mar”, afirma o diretor-presidente da Companhia, Claudio Stabile.

As ações são desenvolvidas com recursos de R$ 500 mil do programa Fundo Azul da Sanepar e têm parceira com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater (IDR-PR), como parte do Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná (Prosolo), no subprograma estadual Moringa Cheia. O terraceamento é acompanhado pela equipe do IDR-PR de Umuarama, sendo executado por tratores e terraceadoras com 22 discos.

  • Assessoria de Comunicação

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.