Esporte

Umuarama está confirmada na rota do Rally dos Sertões 2022

Evento vai comemorar o bicentenário da Independência do Brasil

A organização do Rally dos Sertões 2022 divulgou na noite de terça-feira (26), o roteiro da competição que vai passar por Umuarama nos dias 27 e 28 de agosto. O evento esportivo é considerado um dos maiores do mundo em sua modalidade.

“Seremos a segunda cidade a receber a megaestrutura, os competidores com suas equipes e os turistas que acompanham de perto este universo. O evento promete levantar poeira na Capital da Amizade”, afirmou o secretário de Esporte e Lazer, Jeferson Ferreira, que acompanhou o lançamento do roteiro em solenidade no Museu do Ipiranga, na cidade de São Paulo.

A edição comemorativa dos 30 anos do Rally dos Sertões será a maior competição na categoria contra o relógio do mundo e vai homenagear o bicentenário da Independência do Brasil. A prova vai passar pelas cinco regiões do Brasil, de 26 de agosto a 10 de setembro, percorrendo 7.216 km (dos quais 4.811 km serão cronometrados). Serão 15 dias de provas em alta velocidade cruzando oito estados – PR, SP, MS, MT, TO, PI, MA e PA – e 14 cidades, iniciando em Foz do Iguaçu, passando por Umuarama e encerrando no mar de Salinópolis (PA).

Os participantes visitarão verdadeiros tesouros da natureza, como a Ilha do Bananal (TO), os Cânions do Viana (PI) e trilhas inéditas do deserto do Jalapão (TO), além da largada das Cataratas, uma das maravilhas mundiais da natureza. Uma única etapa terá 914 km de maratona, sem apoio mecânico. Paralelamente à prova, o SAS Brasil (Saúde e Alegria no Sertões) focará na dimensão social do evento, beneficiando 16 mil pessoas em sete cidades das cinco regiões do país.

Lançamento do Rally, no Museu Ypiranga (SP).

Haverá um dia de descanso em Palmas (TO). A caravana ficará um dia na Região Sul (PR); um dia na Sudeste (SP); quatro dias na Centro-Oeste (MS e MT); quatro dias na Nordeste (PI e MA); e cinco dias na Norte (TO e PA). Com a maior extensão em três décadas, a Dunas Race – organizadora do Sertões – criou duas provas à parte para quem não puder fazer o percurso completo: Sertões Sul e Sertões Norte. O primeiro, de 26/8 a 3/9, com um prólogo e sete etapas e término em Palmas (TO), de onde parte o segundo, também com sete etapas. Serão três em um.

Efeitos positivos

O secretário Jefinho destaca o impacto do rally nas cidades que recebem etapas. “A competição leva medicina de qualidade à população carente, movimenta a economia com cerca de 2 mil pessoas que ativam a hotelaria, restaurantes, postos de combustível e mercados. Promove a culinária através do concurso Sabores do Sertões, oferece capacitação aos pequenos empreendedores, em parceria com o Sebrae, e engaja as escolas da rede pública através da realização do Concurso de Redação e Arte = Sertões Cultural”, comentou.

A realização da etapa em Umuarama conta com total apoio do prefeito Hermes Pimentel e o engajamento das várias secretarias municipais, porém sem exigir investimentos públicos diretos. “O Sertões objetiva revelar um Brasil que poucos brasileiros conhecem, através do esporte e de experiências em lugares fascinantes. É sinônimo de aventura e orbita nos sonhos de muitas pessoas. Trabalhamos muito para chegar até aqui e é motivo de muito orgulho poder anunciar esse super roteiro, o maior do mundo! Vamos fazer um tributo ao nosso país”, disse Joaquim Monteiro, CEO do Sertões.

Para Leonora Guedes, COO do Sertões, “mais do que levantar poeira, o Sertões quer movimentar a economia das cidades e deixar um legado por onde passa: com a SAS Brasil, nossa ação social; com o Sertões Cultural e com parceiros que ajudam a tornar tudo isso uma realidade. Precisamos cuidar das cidades anfitriãs, das pessoas e do meio ambiente”, completou.

Tesouros

Quatro tesouros nacionais serão promovidos, a começar pelas Cataratas do Iguaçu, uma das maravilhas mundiais da natureza e um dos destinos mais procurados por turistas de todo o mundo. As cataratas impressionam pela beleza e volume de água. A cidade, a 640 km de Curitiba, ainda abriga a Usina Hidrelétrica de Itaipu, a maior do planeta em geração de energia. Por se tratar do local de início do desafio, competidores e equipes terão a chance de conhecer tudo de perto, mesmo na correria dos últimos preparativos.

Turismo

Expedições de turismo acontecem paralelamente ao Rally dos Sertões. Além de poderem acompanhar a competição de “camarote” em trechos exclusivos definidos pela equipe técnica, os expedicionários ainda visitam os atrativos turísticos (parques, cachoeiras, cavernas) ao longo do roteiro, experimentam a gastronomia local e conhecem o artesanato de cada região.

As expedições proporcionam integração com a caravana do rally, pois foram desenvolvidas para aqueles que desejam participar do Sertões se divertindo e não competindo. Esta edição conta com oito operadores, com expedições para diversos perfis, sendo que uma delas vai largar do Chuí e chegar no Oiapoque literalmente.

  • Assessoria
  • Fotos: Divulgação

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.