Região

Em Cruzeiro do Oeste, autores de ameaça a colégio são identificados

Ameaça de massacre foi considerada falsa

A direção do Colégio Estadual Anchieta, de Cruzeiro do Oeste, emitiu nota afirmando que os menores tidos como responsáveis por mensagem de ameaça ao estabelecimento de ensino foram identificados. Apesar de eles terem negado, duas equipes da Polícia Militar do 7º BPM mantiveram guarda preventiva no portão do colégio na manhã desta sexta-feira (8).

Com de imagens de câmeras de segurança e apoio de uma equipe da Patrulha Escolar, três alunos com idade entre 16 e 17 anos foram identificados. Eles seriam os autores de uma mensagem escrita em quadro de sala de aula anunciando um ‘massacre’ no dia 8 de abril, além de constar um símbolo nazista. “As pessoas identificadas disseram não ser verdadeira a ameaça”, diz a nota. Mesmo assim, o diretor Pedro Luiz Moreira afirma que as autoridades competentes estão tomando as medicas cabíveis.

Até que houvesse esclarecimentos sobre o fato, a comunidade escolar ficou em situação de alerta e a polícia foi acionada. A tranquilidade retornou com a negativa dos suspeitos no envolvimento na ameaça. Conselheiros tutelares do município acompanharam os procedimentos.

Mensagem de ameaça: Falsa.

E

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.