Veículos

Umuarama irá multiplicar pontos monitorados por câmeras

Ampliação do sistema de monitoramento dom trânsito

Agentes responsáveis pelo sistema viário de Umuarama estão discutindo o plano de distribuição de novas câmeras de monitoramento do tráfego do perímetro urbano. Eles avaliam um projeto com o qual o município pretende ampliar o número de pontos monitorados pelas forças de segurança pública, o que em tese, poderá melhorar o serviço prestado.

Pelo menos mais 13 câmeras serão instaladas em pontos considerados estratégicos. As imagens geradas com as câmeras atuais são compartilhadas com a Polícia Militar em tempo real e disponibilizadas para outras instituições de segurança pública. O investimento é estimado em R$ 250 mil.

Por outro lado, alguns equipamentos de alerta sobre velocidade estão sendo retirados de vias públicas, inclusive na Avenida Parigot de Souza. Eles são alugados,  geralmente não são respeitados e não emitem notificações por excessos.   

25 câmeras

Para o prefeito Hermes Pimentel, a parceria da Guarda Municipal com as demais forças de segurança atuantes é extremamente importante para garantir mais proteção à população. “A licitação está encaminhada e acredito que em pouco tempo poderemos dobrar o número de câmaras de monitoramento. Temos 12 e estamos adquirindo mais 13 equipamentos, totalizando 25. São mais pontos de observação para aumentar o nível de segurança e dar um pouco mais de tranquilidade à população”, apontou Pimentel.

Pontos monitorados por câmeras vão aumentar de 12 para 25.

O aumento no número de câmeras permitirá ‘cercar’ mais áreas da cidade com o monitoramento constante, que é feito 24h por uma equipe na central da Guarda Municipal e compartilhado com a Polícia Militar e a Polícia Civil. Além disso, a cidade tem vários semáforos com câmeras dotadas de OCR, um sistema que permite a leitura das placas de carros, motos, caminhões e ônibus no momento em que passam por esses pontos.

Em caso de alerta de furto ou roubo um sinal sonoro é disparado na central da Guarda e na PM. Isso tem ajudado a polícia a investigar rotas utilizadas após a prática de crimes e também a recuperação de veículos e motos furtadas ou roubadas. Em março, por exemplo, o sistema OCR permitiu que policiais militares do 25º BPM interceptassem uma camionete usada por por assaltantes que cometeram  crime de latrocínio em Paranavaí. A abordagem aconteceu no cruzamento das avenidas Parigot de Souza com 19 de dezembro, e o condutor foi preso.

  • Editoria Milênio/PMU

 

 

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.