Paraná

Aeroportos de Umuarama e Pato Branco já têm planos diretores

Plano Diretor Aeroportuário tem validade para 20 anos

Os planos diretores dos aeroportos de Umuarama e Pato Branco já foram entregues pelo Governo do Paraná às prefeituras. O documento é um guia para que os terminais aéreos possam receber e manter voos regulares de passageiros.

O valor do investimento do Estado foi de R$ 600 mil. A entrega foi feita pelo secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, dia 15, para Pato Branco e dia 16, para  Umuarama. Tem prazo de validade de 20 anos.

Guia

Planos diretores dos aeroportos foram contratados pelo Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística, executado pelo Departamento de Estrada de Rodagem do Paraná (DER-PR), em conjunto com a Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), e com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os documentos foram realizados em um prazo de 10 meses – no ano passado.

Agora, as prefeituras têm um guia para a operação e o desenvolvimento dos aeroportos a médio e a longo prazo de forma integrada ao espaço urbano, aos outros modais de transporte e ao crescimento socioeconômico da sua região, conseguindo receber e manter voos regulares de passageiros conforme as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Representantes de Umuarama receberam o plano na SEIL/Curitiba.

Modernização

Os aeroportos Orlando de Carvalho, de Umuarama e Juvenal Loureiro Cardoso, de Pato Branco, estão entre os terminais beneficiados em ações que começaram em 2019. Entre recursos do Estado, União e iniciativa privada, os investimentos superam R$ 1,5 bilhão.

O terminal de Umuarama contou com apoio de quase R$ 1 milhão para aquisição de diversos equipamentos estruturais e de tecnologia. No de Pato Branco, o Estado investiu R$ 2,87 milhões na pavimentação asfáltica, recapeamento e sinalização horizontal da pista de pouso, área de escape, pátio de manobras e pista de taxiamento. Mais R$ 27 milhões foram destinados permitindo à prefeitura concluir a ampliação, incluindo o aumento longitudinal da pista.

Voe Paraná

O Paraná é o estado com maior número de destinos cobertos pela Azul a partir deste ano. Onze cidades contam com novas linhas operadas pela companhia e outras quatro terão suas operações retomadas após paralisação durante a pandemia.

Pato Branco está na lista de cidades que voltam a receber voos da companhia, junto com Ponta Grossa (Campos Gerais), Toledo (Oeste) e Guarapuava (Centro-Sul). Já Umuarama figura entre as novas linhas inauguradas ao longo de 2021, e começou a operar em 25 de janeiro último. Os 11 municípios que passam a integrar a malha da companhia aérea são Guaíra (Oeste), Paranavaí, Cianorte (Noroeste), Francisco Beltrão (Sudoeste), Arapongas, Cornélio Procópio (Norte), União da Vitória (Sul), Campo Mourão (Centro-Oeste), Telêmaco Borba (Campos Gerais), e Apucarana (Vale do Ivaí). Todas com aviões Cessna da Sub-Regional Azul Conecta. Umuarama deverá começar operar linha aérea com a aeronave ATR 72-600 até o final deste ano.

Os novos voos se somam a outros cinco municípios já ligados pela empresa: Curitiba, Foz do Iguaçu, Cascavel, Londrina e Maringá – totalizando 20 cidades contempladas, um recorde da companhia. O plano da empresa é fortalecer sua malha em Curitiba, criando um hub regional com mais de 50 movimentos diários.

Foz e Navegantes

A partir de abril, uma nova rota doméstica vai ligar as cidades de Navegantes, no litoral catarinense, e Foz do Iguaçu, no Oeste paranaense. Os voos regulares e diretos aos sábados entre os destinos serão feitos com as aeronaves da Embraer, para até 118 clientes.

  • Assessoria
  • Fotos: Milênio/Divulgação

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.