Região

Samu Noroeste registrou déficit de R$ 1,6 milhão em 2021

Déficit não compromete serviços prestados pelo consórcio

Uma reunião foi realizada na manhã desta quinta-feira (10) para prestação de contas do exercício de 2021 do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que atende a 101 municípios da região Noroeste do Paraná. Segundo o balanço financeiro apresentado aos prefeitos e gestores, no último ano o órgão arrecadou R$ 37.157.138,98 e teve despesas de R$ 38.770.439,39, resultando em um déficit de R$ 1.613.300,41.

Administrado pelo Consórcio Intermunicipal de Urgência e Emergência do Noroeste do Paraná (Ciuenp), o Samu não está deficitário, como explicou o contador Denis Marcos Facci. “Começamos o ano com quase R$ 5 milhões em caixa e, descontando o saldo devedor apurado em 31 de dezembro de 2021, ainda temos pouco mais de R$ 3,2 milhões em caixa”, detalhou.

Segundo o demostrativo, as maiores despesas foram: a folha de pagamento (R$ 32,8 milhões ou 84,85%), manutenção de frota, aquisição de oxigênio e equipamentos para utilização nas ambulâncias e programas de gestão e controle (informática). “Apesar de termos uma arrecadação 3% menor em 2021, graças à boa gestão dos recursos conseguimos reduzir as despesas em mais de 5% e manter as contas em dia”, pontuou o contador.

A reunião foi realizada no anfiteatro da Prefeitura de Umuarama.

O presidente do Conselho Deliberativo do Ciuenp e prefeito de Nova Londrina, Otávio Henrique Grendene Bono, agradeceu a presença dos representantes de cerca de 25 municípios, porém conclamou que todos os prefeitos participem mais ativamente ‘da vida’ do Samu, contribuindo com ideias e acompanhando o trabalho dos profissionais. “Assumi essa presidência agora em janeiro, porém tenham certeza de que estou muito feliz e empolgado, com muita vontade de trabalhar e contribuir com o que for possível para melhorar a qualidade no atendimento à população”, relatou.

Anfitrião do evento, o prefeito de Umuarama, Hermes Pimentel, colocou-se à disposição de todos os gestores. “É a primeira reunião do Ciuenp em que participo como prefeito e quero que vocês contem sempre comigo e com a administração municipal. Meu desejo é que o Samu esteja sempre melhorando, sempre se aperfeiçoando, porque ele protege e salva vidas. Parabéns a todos os membros da diretoria e a toda equipe que se dedica a esse trabalho tão importante para milhares de pessoas”, afirmou.

Samu Noroeste 

O Samu Noroeste, um dos maiores de todo o país, é responsável pelo atendimento emergencial a mais de um milhão de habitantes, prestando atendimento à população nas residências, no trabalho e em vias públicas com uma equipe de condutores, socorristas, técnicos em enfermagem, enfermeiros e médicos, todos capacitados em atendimento de urgência nas áreas de trauma, clínica, pediatria, obstetrícia e psiquiatria.

O serviço é responsável ainda pela regulação dos atendimentos de urgência via telefone, pelos atendimentos móveis que dispensam viaturas e pelas transferências de pacientes aos hospitais. Além da Central de Regulação, o Samu Noroeste conta com 22 bases descentralizadas, 25 ambulâncias do tipo USB (Unidade de Suporte Básico), sete unidades de suporte avançado (UTIs móveis) e 486 profissionais, atendendo mais de 200 ligações por dia solicitando orientações e socorro.

  • Assessoria

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.