Saúde

Secretaria de Saúde aumenta testes rápidos de Covid-19

Empresas também poderão oferecer testes Covid a seus colaboradores

A partir desta terça-feira (11) a Secretaria de Saúde de Umuarama vai aumentar o número de testes de antígeno em pacientes com sintomas de Covid-19 – os chamados testes rápidos. Entre outras vantagens, o diagnóstico imediato permite que o cidadão possa voltar às suas atividades diárias em caso de resultado negativo, desde que esteja totalmente assintomático.

Vários empresários procuraram o prefeito interino, Hermes Pimentel, apresentando preocupação com relação à demora nos resultados dos exames encaminhados ao Lacen (Laboratório Central), em Curitiba. “Eles relataram que estavam tendo prejuízos, porque vários funcionários de um mesmo setor apresentavam atestado de afastamento na mesma data, comprometendo a produção e a administração dos negócios. Com a confirmação ou não em apenas 15 minutos, muitos problemas serão evitados”, comentou Pimentel.

Segundo a diretora de Saúde, Simony Rodrigues Bernardelli Rosa, o teste de antígeno é realizado com amostras de coleta nasal e deve ser feito apenas a partir do terceiro dia após o início dos sintomas. “É um exame rápido, que ao invés de detectar o material genético do vírus, como no RT-PCR, identifica as proteínas do Sars-CoV-2. Lembrando que os pacientes devem passar por avaliação de profissional de saúde antes e, se houver indicação, serão encaminhados para testagem na própria unidade do Ambulatório de Síndromes Gripais, que hoje está atendendo no Centro da Juventude (Ceju)”, detalhou.

Maior número de testagem e prevenção.

Simony destaca que o município possui cerca de 9 mil testes rápidos, porém, de acordo com determinação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), é preciso realizar ao menos 40 testes RT-PCR por dia. “Desde o início do ano, o número de pessoas com sintomas de gripe aumentou assustadoramente – só entre os dias 2 e 9 de janeiro já foram feitos 572 exames PCR, que demoram em média cinco dias para ter o resultado, devido à sobrecarga que o Lacen está enfrentando. Fazer os testes rápidos trará essa agilidade que o prefeito nos recomendou”, pontou.

Empresas podem oferecer testes

De acordo com a Norma Técnica nº 40, da Sesa, as empresas podem oferecer testes rápidos de covid a seus funcionários, desde que respeitem a uma série de protocolos. “O teste rápido comum não era considerado como diagnóstico até pouco tempo, porém a Sesa decidiu aceitar, registrando uma série de indicações e determinações, como exigir que o teste de farmácia tenha registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e que o laboratório particular seja habilitado pelo Lacen Paraná. Caso os empresários queiram saber mais sobre as condições do oferecimento de testes a seus trabalhadores, podem pesquisar no site da Sesa”, finaliza Simony.

  • Assessoria

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.