Policial

PRF impede que homem fosse vítima do ‘golpe do intermediário’

Equipe conseguiram abordar a vítima antes dela fazer o pagamento

A Polícia Rodoviária Federal impediu que um homem fosse vítima de estelionato, e perdesse R$ 28 mil, na manhã desta segunda (3), em Quatro Pontes (PR).

Por volta das 10h, policiais rodoviários federais abordaram um VW Jetta, na unidade PRF em Quatro Pontes. No veículo estavam o proprietário e um interessado em comprar o veículo.

Durante a abordagem, os policiais perceberam que havia um terceiro intermediando a negociação, momento em que suspeitaram que poderia se tratar de um crime de estelionato eletrônico, popularmente conhecido por “golpe do intermediário” ou “golpe da OLX”.

Em razão da suspeição, os policiais informaram os envolvidos e começaram a procurar maiores evidências do golpe.  Foi constatado a falsidade de um dos anúncios e o golpe não foi efetivado. De acordo com a vítima, caso o golpe fosse a frente, ele perderia todo o dinheiro que tinha juntado para comprar um carro.

Os envolvidos irão procurar a Polícia Civil, que deve investigar os fatos.

O Golpe

O golpe funciona da seguinte maneira: o estelionatário encontra um anúncio de venda de veículo verdadeiro no site, usa os dados para fazer outro anúncio falso, com um valor reduzido.

Quando algum interessado entra em contato com o estelionatário e pede pra olhar o veículo, ele entra em contato com o verdadeiro anunciante para dizer que conhece um terceiro interessado; nessa intermediação, o estelionatário consegue convencer tanto o anunciante verdadeiro quanto o interessado a não discutirem preço, pois o golpista é quem “resolveria” isso por ambos.

Dessa forma, o interessado acaba por depositar o valor na conta do estelionatário e fica sem o veículo.

  • Agência PRF

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.