Umuarama

Rodoviária nova de Umuarama entra em operação

Novo terminal começa operando com 9 empresas de transportes de passageiros

O Terminal Rodoviário Metropolitano de Umuarama entra em operação nesta sexta-feira, 10 de dezembro. A obra  demorou sete anos para ser concluída e consumiu cerca de R$ 18 milhões em investimentos – a maior parte financiados junto ao Governo do Estado.

A construção foi iniciada em 2014, ainda na gestão do prefeito Moacir Silva, e concluída no segundo semestre deste ano. Os últimos retoques e algumas correções na obra – como o espaço para manobra dos ônibus, o alargamento dos portões de acesso e a aplicação da identidade visual – foram realizados pela equipe do prefeito Hermes Pimentel.

Nesta sexta-feira já haverá venda de passagens, embarque e desembarque de passageiros. Nove empresas de transporte de passageiros estão autorizadas a operar. “Definimos o modelo de administração, formamos a equipe que será responsável pela gestão e formalizamos a documentação para locação dos espaços ocupados pelas empresas de transporte de passageiros”, disse Pimentel. Ele observou que foi um grande esforço para a população começar a usufruir dessa grande obra, que estava fechada há meses por conta das indefinições”, completou o prefeito.

O novo terminal receberá passageiros do transporte coletivo estadual e interestadual, bem como das linhas metropolitanas, desafogando o tráfego gerado pela rodoviária antiga.

Obra teve investimento de R$ 18 milhões.

Obra de R$ 18 milhões

A previsão inicial de investimentos era R$ 14,5 milhões, com metade dos recursos do Estado e o restante do município. Após a licitação, em outubro de 2014 foi assinado o primeiro contrato de R$ 14.546.109,64, que recebeu aditivo de R$ 2.129.771,72 (totalizando R$ 16.675.881,36). Como o contrato foi rompido antes da conclusão, foram pagos R$ 6.379.761,81 na primeira etapa.

Por falta de contrapartida a obra perdeu ritmo a partir de 2017, dada a dificuldade em aportar recursos municipais. Graças ao financiamento total do Estado, autorizado pelo governador Ratinho Júnior, houve nova licitação para a conclusão, que se deu neste ano com o investimento de mais R$ 10.164.833,07, totalizando R$ 16.544.594,88 apenas na obra – fora outros investimentos realizados pelo município.

A obra foi retomada no final de 2018, após nova licitação, e agora Umuarama ganha um terminal mais amplo, moderno, confortável e seguro para os usuários e para o trânsito – pois o prédio fica numa ampla avenida e com acesso rodoviário próximo, pela Estrada Bonfim. O prédio tem 7.599 m² de área construída, somando 1.993 m² de calçadas, boxes e demais instalações climatizados, ampla área para circulação, plataformas, estacionamento, jardins e áreas de passeio.

A entrada e saída dos ônibus ficam no piso superior, com os portões de embarque e desembarque. Já áreas comuns – banheiros, guichês de passagens, lojas e praça de alimentação – estão no piso inferior. A acessibilidade ao setor de embarque é facilitada por escadas rolantes e elevadores.

Empresas

A Lei Municipal 4.581/2021 autorizou a operação de nove empresas de transportes de passageiros. Elas já atuam no antigo terminal. São elas: Viação Umuarama, Viação Garcia, Viação Andorinha, Brasil Sul, Sul Linhas Rodoviárias,  Expresso Maringá, Expresso Nossa Senhora de Fátima, Expresso Nordeste e Planalto Transportes.

  • Assessoria.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.