Saúde

Umuarama inaugurou Banco de Leite Humano

Leite coletado será processado em Umuarama

Umuarama tem agora um Banco de Leite Humano, resultado do trabalho iniciado há quatro anos na Maternidade Regional de Umuarama – Norospar, que abriu um posto de coleta em parceria com a 12ª Regional de Saúde e o Rotary Clube Umuarama Catedral. A unidade, inaugurada nesta quarta-feira (10), funcionará no Centro Mãe Paranaense e será responsável pelo processamento do leite materno coletado na cidade e na região. Até então, a operação precisava ser realizada em Cascavel.

A coordenação do Banco de Leite Humano de Umuarama será feita pela fonoaudióloga do Norospar, Daiane Augusto Caetano Ribeiro. Ela conta que em quatro anos o posto de coleta da maternidade atendeu mais de mil mulheres, coletou 800 litros de leite e beneficiou 500 bebês prematuros. “Agora, trabalhando com equipamentos para pasteurização do leite aqui em Umuarama, poderemos ampliar o atendimento aos recém-nascidos, reduzindo ainda mais os índices de mortalidade infantil, já que o produto dura até seis meses”, detalha.

O prefeito interino Hermes Pimentel destacou o trabalho iniciado pelo Rotary em parceria com o Norospar em Umuarama, transformando-se em um projeto que já salvou centenas de vidas. “É realmente uma satisfação estar aqui neste momento e ver que o Rotary mais uma fez está fazendo muito bem seu papel de apoio à sociedade. Junto da Maternidade Regional Norospar, o trabalho dedicado de profissionais competentes resulta em garantia de vida de bebês que nascem em toda a região de Umuarama”, comentou.

Equipamentos novos para o Banco de Leite Humano.

O governador do Rotary Distrito 4630, Nilson Pereira de Godoy, agradeceu o trabalho de todos da unidade, destacando o empenho de Valdete Sperandio Cruz, do Rotary Clube Umuarama Catedral, que participa ativamente de projetos de respeito e valorização da vida. “Doar leite é também doar vida. Continuemos trabalhando unidos pela população que mais precisa”, pontuou.

O Banco de Leite Humano de Umuarama tem toda a estrutura necessária para coletar, processar e distribuir o leite humano a bebês prematuros e de baixo peso, com salas de recepção, orientação, pasteurização, armazenamento e futuro laboratório de análises biológicas. “Vale destacar que continuaremos com o nosso posto de coleta funcionando normalmente na Maternidade/Norospar”, salienta Daiane.

Nascer em Umuarama

A Secretaria Municipal de Saúde participa do projeto de coleta de leite materno desde sua idealização, dentro de ações do Programa Nascer em Umuarama, que busca a captação das gestantes, orientando e incentivando-as para o ato de amamentar. “Trabalhamos um processo de solidarização dessas mães, apresentando a realidade de outras mamães que enfrentam dificuldades com seus filhos internados na UTI neonatal e que não podem dar de mamar. O resultado é muito positivo”, comenta Jaqueline Borges, coordenadora do programa, acrescentando que campanhas para arrecadação de potes de vidro são feitas sem interrupção junto à sociedade.

  • Assessoria

 

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.