Umuarama

Cemitério de Umuarama abre mais cedo no Dia de Finados

Visitantes devem manter prevenção à Covid e a Dengue

Neste Dia de Finados (2 de novembro), o portão do Cemitério Municipal de Umuarama será aberto às 6h e fechado às 18h. A antecipação de abertura em duas horas em relação ao horário tradicional é para  facilitar o acesso das pessoas no principal dia de visitação do ano. Pelo menos 20 mil visitantes deverão passar pelo local.

A Diocese de Umuarama confirmou a realização da Missa de Finados para as 9h do dia 2, na frente do cemitério. A Avenida Parigot de Souza estará interditada para a celebração, que está sendo preparada pela equipe da Rádio Amizade FM. Desde sábado um dos sentidos da avenida (trecho de 60 metros, paralelo aos muros do cemitério) está interditado para o comércio de flores, velas e outros artigos de interesse dos visitantes, além de lanches e bebidas. Na terça a interdição será total.

Trânsito

Motoristas que trafegarem pela Parigot de Souza, sentido centro, deverão desviar pela Avenida Padre José Germano Neto Júnior e utilizar vias alternativas. O trânsito na região do cemitério será controlado por equipes da Guarda Municipal.

O diretor da Administração de Cemitérios e Serviços Funerários (Acesf), Gilvan Luz da Silva, orienta aos visitantes que levam suas próprias garrafinhas com água, pois a previsão é de sol e altas temperaturas. “É obrigatório o uso de máscara para a visitação. Haverá álcool em gel na entrada do cemitério para higienização das mãos e recomendamos manter o distanciamento. Se a família for grande, é recomendável que as visitas sejam divididas”, afirmou.

Dengue

Outro cuidado importante é com a prevenção à dengue. “Pedimos que as pessoas joguem o lixo nos tambores que foram posicionados em diversos pontos do cemitério. Não deixe embalagens, plásticos ou outros recipientes que possam acumular água, para evitar a proliferação do mosquito transmissor da doença”, acrescentou Gilvan.

O diretor lembra que na última semana uma ação da Vigilância em Saúde Ambiental encontrou e eliminou dezenas de focos com larvas do mosquito. “Vamos manter o cemitério limpo. Os vasos devem ser preenchidos com areia ou, em caso de flores artificiais, ter uma saída de água no fundo para não acumular água”, solicitou. “A data é importante para muitas famílias, por isso vamos aproveitá-la com consciência”, completou Gilvan.

 – Assessoria

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.