Região

Rondon – Vítimas de afogamentos em vala são identificadas

As três vítimas de afogamentos ocorridos na cidade de Rondon no domingo (3) foram oficialmente identificadas pelas autoridades. Elas faleceram dentro de uma vala cheia de lama e água da chuva.

As duas meninas irmãs são Maria Eduarda Camargo da Silva, 9 anos e Estela Camargo da Silva, 11 anos. O homem é Elielson Fonseca Queiroz, 33, amigo da família.

Os relatos são de que fato aconteceu quando Maria Eduarda se aproximou da vala e afundou dentro dela. A irmã Estela foi tentar salvá-la e também emergiu na lama. Elielson, que estava próximo do local, teria presenciado a cena e saiu em socorro das vítimas, saltando na água. Os três faleceram presos na lama.

Segundo um soldado do Corpo de Bombeiros de Cianorte, a vala aberta tem entre 2 e 4 metros de profundidade e estava em processo de aterramento. O local é usado como espaço de descarte de entulhos. Com as fortes chuvas a terra rompeu, se movimentou e formou um lamaçal. Acredita-se que as crianças que brincavam na área tenham confundido a vala com uma simples poça de água.

O local, às margens da PR-082, também é destinado a uma espécia de estacionamento de caminhões de uma empresa. Possíveis irresponsabilidades estão sendo apuradas pela autoridade policial. O sepultamento dos corpos aconteceu nesta terça-feira.

O prefeito Roberto Aparecido Corredato decretou luto de três dias no município, em memória das vítimas do trágico acidente.

  • Editoria Milênio
  • Fotos: Reprodução
Vala onde as vítimas morreram.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.