Política

Umuarama – Comissão Processante suspende trabalhos

Comissão Processante é questionada na Justiça pela segunda vez

A Câmara Municipal de Umuarama suspendeu os trabalhos da Comissão Processante que analisa requerimento público de pedido de cassação do mandato do prefeito afastado Celso Luiz Pozzobom (PSD). Esta é a segunda vez que as atividades são questionadas pelo acusado, e suspensas por medidas liminares concedidas pela Justiça.
Como a decisão se tornou pública e notória, a comissão optou por suspender as oitivas de testemunhas de defesa de Celso Pozzobom que já haviam sido programadas. As demais também estão suspensas.
O presidente da comissão, Cleber Márcio Nogueira, o vice-presidente Ronaldo Cruz Cardoso e o relator Antônio Aparecido dos Santos (membro) se manifestaram acerca do trâmite na manhã desta quarta-feira (29). As decisões judiciais travaram os trâmites do processo.
Em se tratando das argumentações apresentadas na liminar concedida pela juíza Maíra Junqueira Moretto Garcia, da 3a Vara da Fazenda Pública de Umuarama, a Câmara Municipal tem prazo de 10 dias para se manifestar.
De imediato, a comissão acatou a decisão da Justiça, disse Cleber Nogueira. A assessoria jurídica da Casa  de Leis já está trabalhando no sentido de atender aos apontamentos apresentados pela liminar.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.