Umuarama

Pedro Ruiz Filho fica calado na CPI da Saúde

CPI da Saúde investiga suspeita de desvio de dinheiro público

Ao iniciar a reunião o advogado Roberto Brzezinski Neto foi logo avisando: “Meu cliente não irá responder a nenhuma pergunta da CPI’. E assim aconteceu até o final da oitiva. O diretor da Norospar (Associação Beneficente de Saúde do Noroeste do Paraná) Pedro Arildo Ruiz Filho, permaneceu calado, ‘reservando o direito de permanecer em silêncio’.

O advogado Brzezinski justificou que Pedrinho Ruiz nunca não foi intimado para audiência no Ministério Público, antes ou depois de ser preso, para falar de qualquer assunto relacionado a investigação do Gaeco contra ele, na qual responde a três processos. Isto, apesar de ele estar recolhido a mais de 100 dias. De uma unidade penal em Campo Mourão, o investigado foi transferido para o Complexo Médico Penal de Piraquara – RMC.

Mesmo diante orientação do defensor da testemunha, perguntas dos membros da CPI da Saúde foram formuladas ao investigado, sem, no entanto, obter qualquer resposta.

Pedrinho não tinha medida judicial lhe garantindo direito de silêncio. Tinha oportunidade de se defender de acusações, de relatar fatos pelos quais também é investigado pelo Ministério Público do Paraná. Na CPI, ele seguiu o comportamento de Luiz Paulo Fávaro (da tesouraria do Norospar), negando respostas.

A Operação Metástase do Ministério Público/Gaeco investiga uma suposta organização criminosa que teria desviado  pelo menos R$ 19 milhões do Fundo Municipal de Saúde de Umuarama. Ação MPPR no dia 6 de maio deste ano prendeu 7 pessoas suspeitas, e outras duas na segunda etapa, além de sequestros de bens patrimoniais. Quatro delas estão cumprindo prisão domiciliar monitoradas por tornozeleiras eletrônicas. Foram cumpridos mais de 60 mandados de busca e apreensão em residências em e empresas.

O prefeito Celso Luiz Pozzobom foi afastado temporariamente do cargo por período de 180 dias, a contar de 15 de setembro. A decisão é do Tribunal de Justiça do Paraná.

  • Editoria Milênio
  • Foto: Rede Social.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.