Umuarama

Macaco ferido é socorrido em hospital veterinário

Animal foi tratado e reintegrado à mata onde vive sua família

A Vigilância Sanitária de Umuarama recebeu comunicado de que, numa área de mata do Parque Residencial  Primeiro de Maio, havia um macaco que precisava de socorro médico-veterinário. O bicho apresentava ferimentos e tinha vários espinhos pelo corpo. Imediatamente uma equipe foi até o local para inteirar-se da situação e oferecer atendimento.

De acordo com Carlos Roberto da Silva, diretor de Vigilância Ambiental em Saúde, o IAT (Instituto Água e Terra) forneceu uma gaiola especial, que foi levada até o local. “Fomos recebidos por uma moradora, que fez a solicitação. Ela inclusive costuma tratar dos bichinhos com frutas e disse ter entrosamento com eles. Explicamos que o macaquinho precisaria entrar na gaiola e ela prontamente ofereceu-se para realizar a captura amigável. E foi muito bem-sucedida, pois o bichinho realmente entrou na gaiola deixada lá”, contou.

Macaco foi atraído para uma gaiola, e socorrido.

No outro dia, por orientação da médica veterinária Sharon Karla Lüders Meza, da Secretaria de Agricultura e Meio Ambienta da Prefeitura de Umuarama, o animal foi encaminhado ao Hospital Universitário da Unipar (Universidade Paranaense). “Lá, ele foi recebido por uma equipe de profissionais que constataram algumas lesões, porém os espinhos já haviam sido removidos, provavelmente pelo próprio macaquinho. Ele foi medicado, cuidado e recebeu alta. Então nós o levamos de volta à reserva, onde ele foi solto e se mostrou bastante tranquilo”, relatou.

Depois de recuperado, o macaco foi devolvido à mata.

Na mata existem uma família de aproximadamente 30 macacos. E com o loteamento de área vizinha, eles aparecem frequentemente próximo a via pública e de casas, para receberem alimentos levados por moradores.

Moradores alimentam os macacos da mata.
  • Editoria Milênio
  • Fotos: Milênio/Divulgação

 

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.