Umuarama

Hospital Cemil celebra com balões a cura de 1.150 pacientes de Covid-19

Ação aconteceu no dia de aniversário de 66 anos de Umuarama

O Hospital Cemil presenteou Umuarama, no dia do aniversário de 66 anos de fundação da cidade – com uma verdadeira chuva de balões biodegradáveis com cerca de 10 mil sementes de Ipês. A ação celebrou a cura de mais de 1.150 pacientes de Covid-19, que ficaram internados na instituição de saúde.

“É um ato simbólico, um presente para a Capital da Amizade e também uma forma de celebrar a vida de mais de 1.150 pessoas que foram curadas de Covid-19 no Hospital Cemil, desde o início da Pandemia. É ainda um reconhecimento aos esforços de todos os profissionais do Hospital que direta ou indiretamente colaboram para que tenhamos uma das maiores taxas de cura desta doença de todo o Brasil”, disse o diretor presidente da Associação Beneficente São Francisco de Assis – Hospital Cemil, Dr. Guilherme Schimitt.

De acordo com ele, todos os cuidados para a realização da ação foram tomados. “As sementes de Ipês foram escolhidas por serem leves e fáceis de serem transportadas dentro de balões. Outro motivo é que o Ipê é um dos símbolos de Umuarama”.

Do último pavimento do prédio do hospital, os balões subiram ao céu.

Um cuidado importante foi tomado na escolha dos balões adquiridos. “Além de serem biodegradáveis, são feitos de compostos orgânicos que, ao cair no solo, se decompõe transformando-se em uma proteção para as sementes, ajudando-as a germinar”, explicou.

Todos os médicos e colaboradores de plantão no sábado, bem como pacientes e acompanhantes de todas as alas receberam balões com sementes. Algumas pessoas acompanharam a soltura dos balões da frente do Hospital Cemil e do entorno da Estação Rodoviária.

“Foi emocionante. Em meio a um momento tão crítico da Pandemia, onde restaram poucas homenagens à nossa amada Umuarama, sentimo-nos realizados em poder dar esse presente para a cidade e ainda comemorar uma marca tão expressiva de resultados positivos no tratamento de doentes de Covid-19”, disse o diretor do Cemil, Dr. Italo Domingos Fioravanti.

Balões levaram  sementes de Ipê roxo e amarelo.

Como cultivar a semente de Ipê

As sementes espalhadas pelo Hospital Cemil são das variedades de Ipês Rosa e Roxo, árvores que são símbolo de Umuarama e uma das mais populares do Brasil, presente em todas as Regiões, especialmente no Sul. O Ipê encanta por sua variedade de cores e é perfeito para plantar em canteiros e jardins, parques e calçadas. Seu tronco é relativamente fino e suas raízes não ocupam muito espaço.

Quem recebeu ou encontrou um balão com sementes, pode semear em casa. O cultivo do Ipê é simples e não necessita de muitos cuidados.

Passo a passo

Prepare o recipiente para a germinação da muda. Sugerimos uma garrafa pet, cortada ao meio e perfurada no fundo.

 Preencha o recipiente com terra adubada.

Com o dedo ou o cabo de uma colher, faça um buraco na terra de cerca de 3 centímetros de profundidade na terra.

Coloque a semente e cubra com terra. Não compacte a terra em cima da semente, mas apenas cubra-a.

Coloque o recipiente com a semente em local arejado e que tenha luz.

As sementes devem ser regadas sempre que a terra não estiver úmida.

Cuidado para não regar demais. O recipiente não deve ficar enxarcado.

A germinação deve começar em cerca de 14 dias.

Assim que os brotos germinarem, o recipiente deve ser deixado em local onde haja luz do sol.

Regue sempre que a terra não estiver úmida.

Quando os brotos atingirem cerca de 20 cm de altura, já estão preparados para serem plantados em seu local definitivo.

Profissionais do hospital se envolveram na ação.

Escolha um local onde haja bastante incidência de luz para o plantio definitivo. Os ipês gostam muito de sol e de umidade.

Faça uma cova de 40 a 50 cm de profundidade e coloque terra adubada no fundo.

Coloque a muda na cova e termine de cobrir com terra adubada.

Continue regando sempre que o solo estiver seco.

Dependendo do local onde foi plantado, o Ipê leva cerca de 4 anos para florescer.

*Envie fotos do seu Ipê para o Instagram ou Facebook: @hospitalcemil

  • Foto: Divulgação

[Assessoria de Comunicação]

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.