Umuarama

Casa da Paz e o tradicional ‘Bolo de Santo Antônio’

Tradição do Santo Casamenteiro e a felicidade de encontrar a medalhinha abençoada.

Há 20 anos a Casa da Paz e a Paróquia e Santuário Diocesano Nossa Senhora do Perpétuo Socorro mantém e divulga viva a cultura do tradicional bolo de Santo Antônio. Este ano a compra dos vales para adquirir o bolo já se iniciou, com voluntárias, no bazar permanente e na sede nova da entidade (Rua Mimosa, nº 3172, Jardim Panorama).

A entrega do bolo será realizada no escritório paroquial e na Casa da Paz e está programado para ser feito durante a trezena de Santo Antônio, ou seja, do dia primeiro (01) ao dia treze (13) de junho. O padre Carlos Alberto de Figueiredo se reuniu com as voluntárias e proferiu as bênçãos. Aqueles que tiverem mais sorte poderão encontrar a desejada medalhinha abençoada do santo casamenteiro.

A Casa da Paz vem buscando com seus voluntários e fiéis a divulgação e venda do bolo de Santo Antônio, pois é uma bela forma de obter recursos para os projetos realizados com crianças e adolescentes de 5 a 17 anos.

A origem desta tradição se dá início na época que Santo Antônio viveu. As noivas as moças tinham que pagar dote para a família do noivo, então as mais humildes tinham menos oportunidade de arrumar um bom casamento e Santo Antônio como era de uma família que tinha bens, pagava estes dotes. Foi assim que esta devoção chegou até nós.

[Pascom)

 

Padre Carlos Alberto com as voluntárias da Casa da Paz.

 

A produção do bolo já foi iniciada.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.