Três Poderes

Manifestantes expressam indignação em cartazes

Manifestação pública e poluição visual

Pessoas que demonstram senso crítico a determinada situação decidiram se manifestar de uma forma diferente em Umuarama. Espalharam mensagens e ilustrações impressas em locais públicos da cidade, citando governo, fraude, medo, obediência e liberdade. Apesar de produzirem poluição visual, elas conseguiram passar o recado compartilhando indignação. A autoria ainda é desconhecida.
Segundo apuração feita por agentes da Prefeitura, pelo menos 16 pontos de ônibus da região central de Umuarama, além de postes, troncos de árvores e lixeiras, amanheceram forrados de mensagens fotocopiadas em papel sulfite e fixadas com cola branca de alta aderência e difícil remoção, nesta segunda-feira (3). O setor de Fiscalização do Código de Postura está removendo as colagens e investigando a autoria. A prática é proibida no município, conforme a lei complementar municipal 439/2017.
Além da infração, a ação causa poluição visual, pode danificar bens públicos e árvores e incomodar a população. Conforme o artigo 12 do código de Posturas, “é proibido a colocação de cartazes e anúncios, bem como a fixação de cabos nos elementos da arborização pública, sem autorização”. Pelo Art. 84, “é proibido colocar placas, cartazes, banners, cavaletes e faixas com fins comerciais nos passeios, canteiros centrais, nos alambrados dos bosques e praças”.
Indignação manifestada em cartazes.
O Art. 173 estabelece proíbe a colocação de anúncios ou cartazes que “prejudiquem os aspectos paisagísticos da cidade, seus panoramas naturais, monumentos históricos e tradicionais” e “suas mensagens firam a moral e os bons costumes da comunidade”.
A questão também é tratada no Art. 176, que veda a colocação de faixas de pano e a inscrição de anúncios ou cartazes pintados ou colocados sobre monumentos, postes, arborização, vias e logradouros públicos, calçadas, meios-fios, leito das ruas e áreas de circulação das praças públicas, edifícios públicos municipais, igrejas, templos e casas de oração, ou ainda dependurados nos postes de iluminação e nas árvores das vias e áreas públicas, incluindo pontos de ônibus do município.
– Fotos: Divulgação
[Editoria Milênio]

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.