Umuarama

Umuarama já registrou 141 mortes atribuídas à Covid-19

Secretaria de Saúde vem notificando óbitos diários por complicações do coronavírus

Mais dois óbitos por complicações da Covid-19 foram confirmados em Umuarama nesta quarta-feira (14), pela Secretaria Municipal de Saúde. O total de mortes subiu para 141, em 13 meses de pandemia.
As vítimas confirmadas são mulheres, de 50 e 68 anos. Uma morreu no Hospital Cemil, nesta quarta, e outra na terça-feira no Hospital Uopeccan.
Em Umuarama já houve registros de mortes de vítimas da doença também fora de hospitais de referência para tratamento da Covid-19. Pacientes faleceram na UPA 24h, dentro de ambulância e até mesmo em suas casas onde cumpriam isolamento. O vírus tem sido letal para muitas pessoas e a recomendação é se prevenir do contágio.
No município, mais de 15 mil pessoas já receberam a primeira dose da vacina e a expectativa é intensificar a vacinação nos próximos meses.
Casos novos 
Mais 30 casos da doença foram confirmados nesta quarta. Os pacientes são 15 mulheres, 12 homens e 3 crianças, elevando para 9.535 o número de umuaramenses com diagnóstico positivo para coronavírus, dos quais 8.798 estão recuperados.
Outros 559 pacientes positivos seguem em isolamento domiciliar e 48 permanecem hospitalizados, 20 deles em unidades de terapia intensiva e 28 em enfermarias; 13.912 suspeitas foram descartadas para o vírus e 465 seguem em investigação, do total de 23.912 notificações de síndromes gripais acumuladas desde o início da pandemia.
Ocupação de leitos
Nos hospitais locais com alas Covid, 36 dos 38 leitos de UTI estavam ocupados nesta quarta (quase 95%), bem como 42 das 64 enfermarias estavam com pacientes (pouco mais de 65%).
– Foto Ilustrativa – Praça da Bíblia
[Editoria Milênio/Boletim]

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.