Eventos

Aciu solicita isenção de alvará para empresas de eventos

Empresas do setor de eventos foram muito afetadas pela pandemia

A Associação Comercial, Industrial e Agrícola (Aciu) encaminhou ofício à Prefeitura de Umuarama, solicitando atenção especial para o setor de eventos, um dos mais duramente afetados pela pandemia de coronavírus.

No documento, a entidade ressalta que, embora o Executivo tenha prorrogado o prazo para pagamento do alvará de licença (e taxas inclusas) das empresas do segmento, a prolongada inatividade é responsável por uma crise profunda e suscita medidas mais abrangentes.

“A não realização de centenas de eventos tornou a situação dramática para muitas empresas e profissionais autônomos. Dada a gravidade da situação, a Aciu requisitou a isenção (do pagamento do alvará e taxas) correspondente ao exercício”, explica o presidente Orlando Luiz Santos.

A crise duradoura tem motivado iniciativas como o projeto aprovado pela Câmara de Vereadores de Maringá, que permite pagar um auxílio emergencial para os profissionais que trabalham com eventos. O cadastro teve início na terça-feira (6). Serão duas parcelas de R$ 500, beneficiando técnicos de eventos, músicos, garçons, fotógrafos, cinegrafistas, decoradores, recepcionistas e outros profissionais.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.