Região

Empresários mortos em queda de avião são identificados

Ocupantes da aeronave faleceram no local do acidente

O Instituto Médico Legal (IML) identificou os dois empresários mortos em queda de um pequeno avião experimental na noite de sábado (20), entre Cascavel e Tupãssi. As vítimas fatais do acidente são Lynconl Carneiro, 59 (proprietário e piloto da aeronave) e Carlos Morales, de 57 anos.

Lynconl era proprietário do Colégio Ideal e do Restaurante Fly, em Cascavel. Ele e o amigo Carlos eram aficionados pela aviação civil, e praticantes nas modalidades ultraleve e parapente. Tinham o hábito de voar juntos, divertir e acumular experiência. E faleceram no mesmo voo.

Segundo a Polícia Federal, Lynconl pilotava o avião fabricado no ano 2014, com capacidade para um passageiro. Segundo a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), o aparelho estava em condição normal de operação.

A queda da aeronave de prefixo PU-AVD ocorreu após decolagem em uma pista de um aeroclube localizado próximo à PR-486. É possível que o piloto, ao perceber falhar no motor, tenha tentado fazer um pouco forçado em uma área de plantação de grãos. O avião ficou praticamente destruídos e os ocupantes morreram no local, antes da chegada dos socorristas.

O CENIPA – (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) da Regional Sul investigará as causas do sinistro.

  • Imagens: Reprodução.

[Editoria Milênio]

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.