Veículos

DER divulga classificação da licitação de terceiras faixas na PR-323

Treze empreiteiras apresentaram propostas para execução do projeto

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER) divulgou nesta sexta-feira (5), a classificação da licitação de terceiras faixas na PR-323, entre Doutor Camargo e Iporã. Treze empresas e consórcios apresentaram propostas e as cinco melhores variam entre 59 milhões e 359 mil reais a 64 milhões e 999 mil reais.

A proposta máxima original era de 81 milhões e 815 mil reais. Essas empresas foram indicadas para a próxima fase do certame, que é a abertura dos envelopes com os documentos de habilitação, marcada para o próximo dia 17, às duas da tarde.

A PR-323 está incluída em um dos lotes da nova concessão rodoviária do Paraná, mas o objetivo da licitação é antecipar o benefício aos usuários, gerando mais segurança e facilitando o escoamento da produção do Centro-Oeste do País e do Noroeste do Estado.

Segundo o edital, as terceiras faixas serão implementadas nos pontos onde acontecem as ultrapassagens mais perigosas e nos locais em que há inclinação da pista. Serão 23 segmentos nos municípios de Cafezal do Sul, Iporã, Cianorte, Cruzeiro do Oeste, Doutor Camargo, Perobal, Tapejara, Terra Boa e Umuarama.

As obras envolvem 24 quilômetros. O prazo de execução será de 360 dias. A obra integra o programa de Ampliação de Capacidade e Segurança Viária do DER-PR, que prevê, ainda, alargamento de faixa, reabilitação do pavimento com soluções de reciclagem e pavimentação, eliminação de degraus com desnível maior que cinco centímetros, reforço da sinalização horizontal e vertical e implantação de mais dispositivos de segurança. Os recursos para executar a obra são do programa Avança Paraná.

O Governo do Estado captou junto a um consórcio de bancos 1 bilhão e 600 milhões de reais para obras estruturantes em 2020. O projeto executivo foi desenvolvido com recursos do Tesouro Estadual.

A PR-323 é um dos principais corredores de transporte de carga no Paraná, ligando a região Noroeste ao Oeste e ao Norte, além de São Paulo. Além das obras previstas nesse contrato há outras três grandes intervenções previstas para a rodovia. Está em fase de conclusão a duplicação da rodovia entre Paiçandu e Doutor Camargo, com uma extensão de 20 quilômetros, e em fase de assinatura de contrato a continuidade da duplicação de Doutor Camargo até a ponte sobre o Rio Ivaí.

Duplicação Umuarama

Também há uma licitação em andamento da duplicação no trecho urbano de Umuarama, entre o Trevo do Gauchão e a PR-468. O trecho de 4,2 km inclui um viaduto no Gauchão e uma trincheira na no trevo de Mariluz. A previsão anterior era de que o resultado da classificação licitatória seria divulgado em 16 de dezembro, mas o processo atrasou.

  • Imagens: Divulgação

[Assessoria]  

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.