Região

Arrecadação de Maria Helena caiu 30% e prefeito anuncia corte de gastos

O prefeito de Maria Helena, Elias Bezerra de Araújo, está anunciando novas medidas de contenção de gastos na administração municipal. Isto, em função da drástica queda da arrecadação provocada pela crise da pandemia do Coronavírus que já chegou ao município.

Em virtude da gravidade da situação e, principalmente, da drástica diminuição da arrecadação em aproximadamente 30%, o Poder Executivo se vê obrigado a tomar medidas mais severas de corte de gastos, tais como a exoneração de cargos em comissão, rescisão de contratos por tempo determinado, diminuição e supressão de gratificações entre outras.

“Infelizmente, tentamos combater a pandemia sem chegar a esse ponto. No entanto, em razão do aumento considerável dos casos de coronavírus e da insuficiência de recursos necessários ao enfrentamento da doença, teremos que sacrificar temporariamente a remuneração dos nossos servidores”, justificou o prefeito.

Segundo o boletim coronavírus emitido pela Secretaria Municipal de Saúde na quinta-feira (28), o município de Maria Helena possui 43 casos notificados, 21 suspeitos em acompanhamento, 21 em isolamento domiciliar e 12 casos positivos.

Por conta da disseminação do vírus, o prefeito publicou um decreto de fechamento do comércio por período de 15 dias. As atividades presenciais nos setores públicos estão restritos e todos os eventos foram suspensos no município de 5.700 habitantes.

(Editoria Milênio) 

Foto: Reprodução | Avenida Paraná – Maria Helena.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.