Gastronomia

Cruzeiro do Oeste vai lançar seu prato típico na Expo Umuarama

Cruzeiro do Oeste, também conhecido como a ‘Cidade dos Dinossauros do Paraná’, terá seu prato típico. O lançamento oficial da iguaria será realizado durante a Expo Umuarama, entre os dias 12 e 22 de março.

A preparação do prato leva apenas ingredientes produzidos na cidade, como carne, frutas, mandioca e queijo. Os nomes sugeridos para o prato serão conhecidos durante degustação programada para esta quinta-feira (27), em um restaurante de Cruzeiro, com a presença de convidados. Farão referência a um dos mais importantes achados científicos do Brasil, o Vespersaurus Paranaensis, primeiro dinossauro encontrado no Paraná e o mais completo fóssil do tipo já identificado no país. 

Cruzeiro do Oeste ficou mundialmente conhecida após a descoberta de fósseis de animais que habitaram o local há cerca de 90 milhões de anos. A confirmação da existência de dinossauros na região mudou a história até então conhecida, onde se acreditava que aqui havia somente um deserto, sem iminência de vida. Também mudou a rotina do município, que passou a receber turistas e pesquisadores de todo o mundo, interessados em conhecer e estudar esses animais pré-históricos.

“Estamos de olho no potencial turístico que essas descobertas nos trouxeram e de que forma isso pode beneficiar os demais setores da economia”, disse a prefeita Helena Bertoco ao anunciar a criação do Prato Típico Oficial de Cruzeiro do Oeste.
Segundo ela, a gastronomia é um elemento cultural muito importante que integra o patrimônio da cidade. “É um atrativo importante para o desenvolvimento turístico da região, que agrega valor aos nossos produtos e ainda gera emprego e renda”, salientou a prefeita.

O prato leva a assinatura do renomado cheff de cozinha Ederson Gimenez, que dá aulas de culinária em projetos sociais de Cruzeiro do Oeste. Para criar a iguaria, o Cheff contou com a ajuda de alunos e fez pesquisas sobre os produtos, a cultura e gastronomia local, e usará na preparação churrasco de bife angus – retirado da parte da costela traseira bovina e acompanhamentos a base de mandioca, queijo mussarela, acerola, laranja – largamente produzidos nas propriedades rurais do município e industrializados em empresas locais.
“Além de evidenciar os dinossauros, o prato é feito ingredientes que são produzidos na nossa cidade, valorizando o que a nossa terra tem de melhor, a nossa gente e tudo o que ela produz”, disse a prefeita.
Participarão do evento, autoridades, a imprensa e empresários do ramo de produção de alimentos e gastronomia do município. O objetivo é que os bares e restaurantes da cidade passem a produzir e vender o prato típico de Cruzeiro do Oeste para moradores e turistas.

(Assessoria)
Prato típico terá somente ingredientes produzidos no município.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.