Policial

Polícia Ambiental apreendeu madeira, armas e pássaros

Polícia Ambiental apreensão

Uma equipe da Polícia Ambiental de Umuarama realizou esta semana apreensão de madeira nativa Ipê, mantida armazenada sem licença válida. Também, armas de fogo e dois pássaros da fauna silvestre aprisionados em gaiolas, sem autorização legal. Segundo os agentes, o responsável se identificou como caçador, atirador e colecionador, mas ele foi autuado por algumas irregularidades.

Os policiais chegaram até a propriedade via denúncia de uma pessoa desconhecida. Em poder do acusado estava madeira nativa Ipê, sendo 4 pranchas e 8 ‘bolachas’ de tronco, totalizando meio metro cúbico, sem licenciamento ambiental.

Ele apresentou o certificado de registro de algumas armas de fogo em seu poder, mas entre elas havia três mantidas de forma ilícita. São três armas: 1 revólver .32, 1 carabina .38 e 1 espingarda 12G. Elas foram recolhidas. Já as aves aprendidas são um Pássaro-Preto e uma Maritaca. As duas não portavam anilhas.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Umuarama. De acordo com nota divulgada pela polícia, foi feita notificação ambiental para posterior lavratura de 2 autos de infrações (multas), com valores de R$ 1.000,00 e 300,00, respectivamente, conforme dispostos nos artigos 29 e 47 do Decreto Federal 6.514/08. O nome do acusado não foi divulgado.

(Editoria Milênio)

Foto: Divulgação | Maritaca e pássaro-preto em gaiolas.
Foto: Divulgação | Madeira ‘bolacha’ apreendida.

 

 

 

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jornal Milênio
Jornal Terceiro Milênio. Inconfundível. Desde 1997 comunicando e transmitindo informações. Umuarama - Paraná - Brasil.