Umuarama

Elvira Santos Moreira é Cidadã Honorária de Umuarama

A cartorária Elvira Santos Moreira, a ‘Dona Santinha do Cartório’, entrou oficialmente à galeria dos ilustres Cidadãos Honorários de Umuarama. O título lhe outorgado será entregue em solenidade marcada para esta sexta-feira (13), às 20h, no Plenário da Câmara de Vereadores.

A condecoração foi proposta e aprovada pelo Legislativo Municipal em 2013, mediante projeto apresentado pelo então vereador Valdecir Pascoal Mulato – Pai Herói. Ele estará presente para homenagear Dona Santinha.

Elvira Santos Moreira nasceu em Bandeirantes, Norte do Paraná, em 21 de outubro de 1931. Filha de Joaquim dos Santos e Elvira Santos dos Santos. Ele, imigrante português vindo de Leiria (Portugal). Ela, mineira de Sete Lagoas, Minas Gerais.

Cresceu e fez seus primeiros estudos em Bandeirantes, onde cursou o Primário. Foi alfabetizada muito cedo por sua avó materna Maria Jovelina dos Santos e Maria Izolita Santos Campos, tia e madrinha, ambas professoras, naquela cidade, no Grupo Escolar Manoel da Nóbrega, de 1938 a 1941. Era a mais velha de três irmãos. Perderam a mãe muito cedo.

É formada no Magistério.

Casou-se em Outubro de 1964 com Thelmo Galvão Moreira e voltou para Jacarezinho, onde residiu até julho de 1970. Lá nasceram suas três filhas: Rosana, Eliziana e Cristiana Santos Moreira. Em 1965, transferida para a Escola de Aplicação de Jacarezinho, até Fevereiro de 1970, quando foi nomeada para exercer em Comissão, Símbolo 1-C, o cargo de Delegada Regional de Ensino, com jurisdição em várias Inspetorias da Região.

De 1966 até 1970, foi professora Suplementarista no Colégio Imaculada Conceição e Colégio Estadual Rui Barbosa em Jacarezinho nas disciplinas de: Português e Francês. Em 1969, concluiu a Faculdade de Letras, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Jacarezinho, sendo a graduação de Letras realizada nos idiomas Português e Francês.

Em 1970, já em Umuarama, passou a exercer a função de professora Suplementarista na Escola Normal Colégio Estadual Maria Montessori, de agosto deste ano até março de 1971. Em março de 1971, foi aprova em concurso e nomeada por Decreto nº 22571 para lecionar na disciplina de Português na Escola Normal Colégio Estadual Maria Montessori.

Em 1972, assumiu o cargo de professora Suplementarista de Francês no Colégio Estadual de Umuarama. Entre os anos de 1973 e 1974, exerceu o Cargo De Inspetora do Ensino Médio na Inspetoria Regional de Ensino, em Umuarama.

No ano de 1974, ainda na Inspetoria de Ensino, perdeu em dezembro sua irmã Maria Teresa, então Oficial do 1º Cartório de Protesto e Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas, da Comarca de Umuarama. Em dezembro de 1975, prestou Concurso Público para ocupar a vaga deixada pela irmã Maria Teresa no Cartório. Aprovada no concurso foi nomeada por Decreto Oficial nº 1481 do então governador  Jaime Canet Junior e do secretário da Justiça Túlio Vargas, em 6 de Janeiro de 1976.

Ao aposentar-se do magistério, depois de muitos anos de exercício, tomou posse como Agente Delegada da Serventia, em maio de 1976. Em 2004, ingressou na Graduação de Direito, na Universidade Paranaense – UNIPAR, e concluiu sua formação em 2008, tendo recebido homenagem da Universidade por ter sido a aluna de idade mais avançada do curso.

De 1976 até a data atual, continua exercendo o cargo de Tabeliã e Oficial do 1º Tabelionato de Protesto de Títulos e Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoas Jurídicas, nesta comarca de Umuarama.

(Assessoria)

Foto: Álbum Pessoal | ‘Dona Santinha do Cartório’.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.